O carnaval de 2023 já começou há bastante tempo, e o ‘Seleção do Samba’, chega neste sábado, 12 de novembro, para provar. Agora, sob comando de Milton Cunha no Rio de Janeiro e em São Paulo, o programa conta a história de personagens ligados à agremiação, entrevista carnavalescos, e apresenta numa roda de samba os sambas finalistas, ou só vencedores, no caso da capital paulista, que teve todos os sambas definidos com antecedência.

Fotos: Divulgação/TV Globo

“Eu estou adorando apresentar e costurar todas essas cenas, carnavalesco falando e chama compositor, chama personagem. É uma loucura. É um vai e vem enorme, mas é a coroação da minha carreira, do meu esforço de comentarista quando a TV Globo me convida pra apresentar esse programa. Estou muito feliz e empenhado ao máximo de passar essa minha admiração pelos artistas do samba para o público”, festeja Milton.

Gera, integrante do carro de som da Vila Isabel

Neste sábado, o público vai acompanhar as histórias e sambas da Vila Isabel, Paraíso do Tuiuti, Salgueiro e Portela. Pela Vila, o intérprete Gera, o ex-diretor de Harmonia Alair dos Santos, e diretora do departamento cultural Nathalia Sarro dão seus depoimentos sobre a escola.

Jorge Honorato, presidente de honra do Tuiuti

Na Paraíso do Tuiuti, Mayara Lima, nova rainha de bateria, teve sua coroação acompanhada pelo programa, que também homenageia Jorge Honorato, presidente de honra e da Velha Guarda, e o intérprete Hudson Luiz.

“A emoção de estar à frente de uma bateria é única, a minha coroação foi a realização de um sonho. Estou muito feliz e muito realizada, feliz em poder ser uma representante de comunidade”, lembra ela.

Nathalia Sarro, diretora do departamento cultural da Vila Isabel

Em seguida, pelo Salgueiro, João Vitor, diretor de bateria, Tia Glorinha, que comanda a ala das baianas, e Nilda Salgueiro, presidente da ala dos compositores, falam de sua relação visceral com a escola. E na centenária Portela, os personagens ouvidos são o intérprete Rafael Faustino, Nilce Fran, diretora artística, e o baluarte Jerônymo da Portela.

Nilce Fran, diretora artística e da ala de passistas da Portela