Roberto Szaniecki faleceu nesta terça-feira. Ele estava internado há 15 dias no Hospital Miguel Couto, na Zona Sul do Rio de Janeiro, ele sofria com a Diabetes e tava contra a depressão. O carnavalesco passou por diversas escolas de samba do Rio de Janeiro e de São Paulo. Por ter nascido na Polônia, o artista era carinhosamente chamado no mundo do samba de “Polonês”.

Foto: Reprodução/Programa Quintas com Quintaes

“Meu amor se livrou de toda a dor… Você vai estar sempre em mim, no nosso filho, nos nossos corações. Te amo infinitamente”, disse a esposa Wilma Garcia.

Sua estreia como carnavalesco principal foi na Unidos da Ponte em 1993. Passou por União da Ilha, Salgueiro, Grande Rio e Mangueira. Fez em São Paulo os Gaviões da Fiel, Tom Maior e Império de Casa Verde.

Foi vice-campeão do Grupo Especial do Rio de Janeiro em 2006 com a Grande Rio com o enredo Amazonas, o Eldorado é Aqui. E em 2007 com o enredo “Caxias, o Caminho do Progresso, o Retrato do Brasil”. Relembre abaixo o desfile de 2006.

Em São Paulo venceu em 1999 nos Gaviões da Fiel com o enredo “O Príncipe Encoberto ou a Busca de Dom Sebastião na Ilha de São Luís do Maranhão”. Em 2006 se sagrou campeão novamente com o enredo “Do Boi Místico ao Boi Real – De Garcia D´Ávila na Bahia ao Nelore – O Boi que come capim – A Saga pecuária no Brasil para o Mundo” no Império de Casa Verde.

Seu último trabalho no Rio de Janeiro foi em 2013 na Grande Rio com o enredo “Amo o Rio e vou à luta: ouro negro sem disputa”, terminando na sexta colocação. Em São Paulo, em 2016, fez o enredo “Nenê apresenta seu musical: Rainha Raia nas asas do carnaval”, na Nenê de Vila Matilde, e terminou em nono lugar.

Despedidas

Salgueiro publicou uma nota: “É com profundo pesar que o Salgueiro lamenta a perda de Roberto Szaniecki, um carnavalesco cuja trajetória deixou uma marca inestimável em nossa escola de samba. Sua jornada e contribuições para o Carnaval, em especial no contexto do Salgueiro, merecem destaque e reconhecimento”.

Vila Isabel: “A Unidos de Vila Isabel manifesta seu profundo pesar pelo falecimento do carnavalesco Roberto Szaniecki”.

Viradouro: “A Unidos do Viradouro lamenta a morte do carnavalesco Robeto Szaniecki. Desejamos toda força aos amigos e familiares. Fica um grande legado no nosso Carnaval. Descanse em paz”.

Unidos da Tijuca: “O mundo do samba se despede do carnavalesco polonês Roberto Szaniecki, campeão duas vezes em São Paulo e com passagens por grandes coirmãs. A Unidos da Tijuca presta sua solidariedade aos familiares e amigos. Que descanse em PAZ”.

Grande Rio: “Artista brilhante que assinou desfiles inesquecíveis em nossa escola, como nossos vice-campeonatos de 2006 e 2007, entre outros. Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de luto profundo”.