InícioGrupo EspecialMocidadeMocidade esbanja disposição em ensaio forte no canto e na evolução

Mocidade esbanja disposição em ensaio forte no canto e na evolução

Por Allan Duffes

Muitas notícias rondam a Mocidade Independente de Padre Miguel no que se refere ao Carnaval 2019. Mas, quando o assunto é ensaio de rua, toda a escola, incluindo os torcedores, pode ficar tranquila. Se o que fazem agora na rua, for totalmente executado na Avenida, dificilmente a verde e branca da Vintém terá problemas com harmonia e evolução.

No ensaio deste domingo, os independentes mostraram entrosamento entre todos os setores e o ensaio fluiu, como se fossem um grupo de pessoas que não precisa de
qualquer instrução, porque já sabem o que fazer.

“A minha avaliação é muito positiva. Eu costumo não me deixar levar por oba-oba e tampouco por empolgação. Hoje, eu até dei uma empolgada, porque estamos começando a virar uma chave. A gente ensaia muito tecnicamente desde novembro. É só técnica. Aí chega uma hora que a escola já assimila isso. Agora é hora de soltar o corpo. Sinceramente, eu não vejo problemas técnicos na escola. Eu tenho alas que entendem o que estão fazendo”, avaliou Marquinho Marino, diretor de carnaval da Mocidade.

Harmonia

Mais uma vez, os componentes gritaram o samba. O destaque fica para ala das baianas, com sua tradicional veste branca e a ala coreografada que vem atrás delas. A cada ensaio os independentes mostram mais entrosamento e o comprometimento com a escola. Basta repetir o desempenho no desfile, alinhar com as alas comerciais e quesito será gabaritado com facilidade.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

O casal optou por fazer uma coreografia solta e sem compromisso com o que será mostrado no desfile. No que foi apresentado, Marcinho Siqueira e Cris Caldas mostraram o entrosamento e a sintonia que lhes renderam a nota máxima em 2018.

O casal arrancou aplausos calorosos do público no final da apresentação no ponto marcado como segundo módulo. Na exibição, Marcinho e Cris param como se estivessem posando para uma foto na hora de encerrar a passagem deles. Vale destaque para um ponto da apresentação: o mestre-sala fixa os olhos na porta-bandeira o tempo todo, como se esquecesse do que está a sua volta. Existe uma troca de olhares que prende a atenção de quem assiste.

Samba-Enredo

A obra da Mocidade para 2019 dispensa apresentação e é como se melhorasse a cada dia. Muito bem conduzido por Wander Pires e seu carro de som, o samba-enredo cresce pelos setores da escola e sua audição é agradável durante todo o tempo dos ensaios.

“Cada ensaio é uma coisa surpreende. A gente já sabe que o ensaio vai ser bom, mas, sabe aquela coisa que vai além da expectativa? É o ensaio da Mocidade. Não só falando da nossa entrega, mas também da entrega dos componentes e do público. Como intérprete da escola, não tenho dúvida de que nosso samba está cada vez mais perto dos 40 pontos”, comemora o intérprete Wander Pires.

Bateria

A bateria da Mocidade, sempre aguardada, e, que recentemente recuperou seu posto de uma das melhores do Especial, mais uma vez, foi um dos destaques do ensaio. Todo mundo quer ficar perto da “Não existe mais quente”. Primeiro pelas empolgantes paradinhas comandadas por mestre Dudu e segundo, porque todo mundo quer uma foto ou fazer um vídeo da rainha Camila Silva.

As paradinhas do refrão do meio “Baila no vento, deixa o tempo marcar”, sempre contagiam o público e arrancam aplausos. A ideia do mestre Dudu é dividir o samba em quatro partes e apresentar uma bossa em cada parte. Três delas, já estão sendo ensaiadas e mais uma será implantada nos próximos dias.

“Estou muito feliz com o desempenho de hoje. O carnaval se aproxima e o mais difícil é manter o alto nível e os prêmios que ganhamos. Estou com planos para fazer as bossas, mas nada mirabolante. O andamento de hoje foi perfeito e um respaldo excelente do nosso trabalho. Estamos ensaiando na rua e aqui na favela, para fazer a bateria andar um pouco e executar as bossas”, disse Mestre Dudu.

Outro destaque do ensaio da Mocidade referente a bateria é a tradicional queima de fogos em uma passarela, onde a escola marca o terceiro módulo de jurados e a torcida pendura faixas. Esse contato com o público, sempre se torna um dos pontos altos do ensaio.

Já Camila Silva, com sua simpatia de sempre, contagiava o povo fazendo suas apresentações e parando para atender pedidos de fotos e abraços. A rainha não tem a admiração apenas dos torcedores que querem uma pessoa vibrante à frente da bateria. Ela ganha a admiração também das crianças, as quais recebe muito bem com abraços calorosos.

Evolução

Aquela velha frase de treino é treino e jogo é jogo está na cabeça da direção da Mocidade e eles sabem que precisam levar o andamento do ensaio para o desfile. O ensaio que estava com a concentração marcada para às 17h e início para às 19h30, teve seu início 20 minutos após o previsto. E, sem problemas com a evolução, a verde e branca ensaiou em 71 minutos, com direito a simulação da apresentação da Comissão de Frente (ausente no ensaio) nos quatro módulos.

A escola usou tripés com o logotipo do enredo para demarcar a localização das 6 alegorias e a bateria entrou e saiu do recuo sem qualquer problema. O componente estava solto e não foram percebidos momentos nos quais os componentes tenham ficado totalmente parados.

“Estamos implantando uma filosofia aqui que é a seguinte: escola parada é escola balançando. A Mocidade só para nos módulos e mais em lugar nenhum. A escola está parada, o componente precisa estar balançando. Eu quero ver os esplendores sacudindo, que aquilo é uma coisa bonita”, explicou Marquinho Marino.

Também pode ser notado uma mudança na ala de passistas, os coordenadores da ala estavam com rádio para auxiliar a harmonia da escola. A ideia é que assim, a ala de passistas se torne ainda mais fundamental para a entrada e saída da bateria do recuo, evitando possíveis buracos e má distribuição da ala no espaço.

Outros Destaques

Antes do ensaio, Marquinho Marino fez questão de esclarecer os assuntos que envolveram a Mocidade recentemente e que ele chamou de boatos. O diretor de carnaval garantiu que a escola vai brigar no topo e que os erros passados já estão sendo trabalhados para não se repetirem. Ao dizer “fiquem tranquilos, pois a Mocidade está com 70% do seu carnaval pronto”, Marino pediu para que o Independente confiasse no trabalho da escola e não desse importância para boatos.

“Eu costumo dizer que a escola não precisa estar pronta um mês antes do carnaval. A escola precisa estar pronta no dia. Pode ficar com tudo pronto um mês antes e estar feio ou fora do enredo, que não vai adiantar. A nossa data de fechamento de fantasias
e alegorias é dia 15 de fevereiro e as entregas até o dia 23 de fevereiro”, disse Marino.

Sobre as notícias de que o trabalho da escola está atrasado tal como os salários de funcionários, Marino foi enfático, afirmou que a Mocidade tem condições de superar os problemas e que todas as escolas estão com o cronograma atrasado, devido o impasse da prefeitura no repasse de verbas.

Entre planilhas, prazos e pagamentos, a Mocidade segue seu caminho em direção ao desfile, onde porá em prática todo o trabalho tão festejado pela diretoria nos ensaios. De fato, da gosto de ver uma escola onde o ensaio não é um aglomerado de gente se balançando e onde o componente sente orgulho de estar e acredita no trabalho.

A cara da nova Mocidade que despontou nos últimos anos é essa: a que vai embalada pela sua comunidade contar o tempo no enredo “Eu sou o tempo. Tempo é vida”,
fechando os desfiles do Grupo Especial.

- ads-

Ao vivo: sorteio da ordem dos desfiles do Grupo Especial do Rio

https://www.youtube.com/watch?v=OPepqf6oZ_4

Primeiro casal da Mocidade Independente de Padre Miguel tem nova coreógrafa para o Carnaval 2025

A Mocidade Independente de Padre Miguel anunciou nesta quinta-feira (23) a contratação de uma nova coreógrafa para o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira,...

Em busca do bi da Viradouro, Julinho espera repetir encerramento dos desfiles, enquanto Priscilla Mota não tem posição preferida

Campeã do Carnaval de 2025, a Viradouro vem em busca do bicampeonato. Com enredo já anunciado, a escola quer agora saber em que posição...