InícioGrupo EspecialLuis Roberto e Milton Cunha revelam para o CARNAVALESCO detalhes do programa...

Luis Roberto e Milton Cunha revelam para o CARNAVALESCO detalhes do programa ‘Seleção do Samba’

'Vai ser uma mistura de samba e futebol e eu espero dar o recado. Tem um “sabe de quem?”, mas não necessariamente na hora da escolha do samba', revela Luis Roberto

O apresentador Luis Roberto e o comentarista Milton Cunha conversaram com o site CARNAVALESCO sobre a estreia do programa “Seleção do Samba”, na TV Globo, na virada deste sábado para domingo, após o “Altas Horas”. Veja abaixo o papo.

Foto: Leandro Ribeiro/TV Globo

O que representa para você voltar a trabalhar com o carnaval das escolas de samba?

“Foi muito emocionante sentir essa relação super bacana comigo de empatia e gratidão dos componentes das escolas, dos mestres de bateria, primeiro casal de mestre sala e porta-bandeira, rainhas de bateria, os compositores, os dirigentes. Fiquei muito, muito tocado. Só aumenta a minha paixão pelo carnaval e pelas pessoas que fazem o carnaval”.

Os sambistas estão esperando toda sua emoção das narrações do futebol também na hora do programa. Pode esperar esse agito todo?

“Tenho certeza de que vamos entregar um programa bem bonito, com a emoção dos sambistas, dos compositores e com toda energia das escolas do grupo especial do Rio. Vai ser uma mistura de samba e futebol e eu espero dar o recado. Tem um “sabe de quem?”, mas não necessariamente na hora da escolha do samba. Quem anuncia a escolha do samba é o porta-voz da comissão julgadora. Eu só faço o clima. Todos podem esperar um programa super emocionante, envolvente acima de tudo, muito bem produzido e aproveitando essa safra de grandes sambas”.

Entrevista com Milton Cunha

Como sambista o que representa para o compositor e para todas escolas de samba do Grupo Especial essas transmissões da TV Globo?

“A transmissão da TV Globo é uma janela fabulosa, uma possibilidade de mostrar para todo o Brasil como é a escolha dos sambas. É uma vitrine para o cantor, pra porta-bandeira, para o compositor porque no final é uma grande homenagem aos compositores. Mesmo os que não ganham, a emoção de estar ali entre os finalistas é enorme, de uma importância muito grande. É um tributo ao samba, com segurança e com uma visibilidade que só a televisão daria fora da bolha do carnaval. Eu estou encantado com o programa. O último episódio é uma super parada de sucesso, com todos os 12 que triunfaram. É maravilhoso”.

A cenografia do programa foi muito elogiada. Como artista símbolo das escolas de samba o que você pode falar para o sambista sobre o que foi preparado pela TV Globo em termos de cenário?

“Os elementos cenográficos das alegorias enfeitam a arena. O carnaval é 3D e esculturas com volume, tão bonitas, deram uma linda cenografia. Partimos do branco, que é paz e esperança, e pintamos as esculturas de acordo com as cores de cada escola. É a folha de papel em branco onde as escolas de samba escrevem seus volumes, suas cores. Toda concepção é muito linda e o conceito de “vamos colorir a passarela com as cores da escola” é o máximo”.

- ads-

União do Parque Acari anuncia renovação de Cida Lima e novo reforço para direção de carnaval

A União do Parque Acari está a todo vapor preparando-se para o Carnaval de 2025, e as novidades não param de chegar. A agremiação...

Multivacinação movimenta dia de ações sociais no Salgueiro

No último sábado, a quadra do Acadêmicos do Salgueiro, localizada na Rua Silva Teles, no bairro do Andaraí, foi palco de uma importante iniciativa...

Marcus Ferreira é o novo carnavalesco da União da Ilha

Após a reeleição do presidente Ney Filardi, no domingo, a União da Ilha anunciou a contratação do carnavalesco Marcus Ferreira, que estava em 2024...