Prestes a completar um ano como rainha de bateria da Beija-Flor, a jovem Lorena Raissa comentou como é a relação com os ritmistas e o mestre Rodney. Para ela, mesmo sendo a segunda colocada no domingo de carnaval, a expectativa é de um grande desfile.

Foto: Nelson Malfacini/CARNAVALESCO

“A relação sempre foi incrível e tenho certeza que sempre será. Os que dão respeito são muito bem respeitados, e eu sou assim desde ‘pequenininha’. Sou nascida e criada aqui dentro e, para mim, eles sempre foram uma família. Foi uma estreia incrível, e no próximo dia três eu faço um ano como rainha de bateria. Não existe palavra ideal para definir o meu grande amor e o que significou para mim. Apesar de sermos uma das primeiras escolas a desfilar, a expectativa é grande. O carnaval não significa que a campeã só sai na segunda-feira”, disse Lorena.

Sobre coreografias e o modo de dançar, a rainha de bateria disse: “Não existe coreografia para quem ama, gosta e só se solta. O carnaval é livre, então sempre soltamos o que queremos. Mas quando estamos em grupo sempre soltamos uma coreografia em todos os ensaios junto com a ala de passistas”, contou.