InícioEspecialLíderes religiosos desfilam no abre-alas da Alegria da Zona Sul e clamam...

Líderes religiosos desfilam no abre-alas da Alegria da Zona Sul e clamam pelo fim da intolerância religiosa

Por Gabriel Leal

Sob forte chuva, a Alegria da Zona Sul levou para avenida o enredo “Saravá, Umbanda” nesta sexta-feira de carnaval, sendo a segunda escola a escola a desfilar. Na missão de exaltar a única religião fundada no Brasil, a Alegria convidou líderes religiosos e praticantes não só da Umbanda, como também do Candomblé, para integrar o desfile em seus carros, alas e composições.

Com uma abertura abençoada pela linhagem dos Pretos Velhos, a escola trouxe em seu abre-alas a simplicidade e o aconchego de um “Congá”, uma casa de Umbanda, o popular terreiro. Uma grande escultura de um preto velho e esculturas de jarros de porcelana davam o tom do Congá azul e branco do carro. A escola embarcou na proposta como manda o figurino, trazendo os componentes de pés descalços e trajando a cor oficial da religião: o branco.

Por conta da opção estética de recriar uma casa de Umbanda, o carro abre-alas apresentava uma grande área baixa, na qual os componentes desfilaram livres para evoluir na alegoria. Um dos convidados para correr a gira da Alegria da Zona Sul foi o Pai de Santo Marcelo do Caboclo Tanaju, dirigente de um terreiro de Umbanda em Realengo. Ele convidou todos os filhos de santo de seu centro, que o acompanharam no desfile.

“É uma festa grande. Somos uma família, nada mais justo do que a gente comemorar junto. Eu acho muito importante você ter, hoje, o sincretismo da nossa religião sendo representado na própria avenida. Trabalhamos por este reconhecimento há anos. Não temos que ter briga, ter preconceito, temos que nos unir e formar uma comunhão só. Porque sofremos uma discriminação constante nas ruas, e isso tem que acabar”, protestou o líder religioso estreante na Sapucaí.

- ads-

Compositores do Tucuruvi festejam Estrela do Carnaval de ‘Melhor Samba do Especial de SP em 2024’

Muitos pensam que o encerramento dos desfiles de escolas de samba de São Paulo em 2024 não teria arquibancadas cheias nem emoção já na...

Flávio Campello celebra prêmio Estrela do Carnaval de 2024 da Tom Maior: ‘Nossa escola tem uma alma guerreira’

No carnaval de 2024 a Tom Maior realizou no Sambódromo do Anhembi um desfile que se destacou pela exuberância plástica. A criatividade no uso...

Rock in Rio e Diogo Nogueira levam projeto do Clube do Samba para o Global Village

Novidade na Cidade do Rock, o Global Village vai emocionar todo o público presente nesta edição que celebra os 40 anos de história do...