Com um departamento voltado exclusivamente para a sua comunidade, o Reizinho vem realizando ações regulares junto aos moradores de Madureira. No último sábado, a escola realizou a primeira edição do seu primeiro casamento comunitário LGBTQIA+. Ao todo, sete casais formalizaram a união na quadra imperiana.

Foto: Alexandre Imperial/Divulgação

O presidente Sandro Avelar destaca o papel da agremiação na questão social. Para ele, o objetivo é que novas ações possam acontecer ao longo dos próximos anos.

“O casamento comunitário já virou uma tradição do Império Serrano, mas este é primeiro voltado para a comunidade LGBTQIA+. É um compromisso da nossa administração olhar para toda a comunidade de Madureira, buscando aproximá-la da escola. Parabenizo os casais e desejo uma união repleta de amor, paz e saúde. Em breve, com certeza, teremos mais edições como essa”, afirma Sandro Avelar.

Neste ano, dois casamentos comunitários foram realizados pelo Império Serrano. A união entre casais LGBTQIA+ foi uma parceria entre a escola, o 16º Cartório Cível de Realengo, o Senac Madureira, o Hotel Carícia e a ONG Cupa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui