Por Gabriel Leal e Walter Farias

Após anos de resultados negativos fora do Grupo Especial, o tradicional Império Serrano resolveu buscar força nos ancestrais de Salvador, Bahia. Em 2022, a escola pisou na Sapucaí gingando inspirada em Besouro Mangangá e sua luta foi recompensada com o título e o acesso ao grupo de elite no próximo ano. Na quadra da escola, a equipe do site CARNAVALESCO encontrou personalidades fundamentais para o sucesso do ‘Menino de 47’. O aclamado carnavalesco, Leandro Vieira, se dividiu entre Império e Mangueira neste ano. Perguntado sobre o sentimento da vitória e se ele já tem algo na manga para o próximo carnaval, Leandro deu a seguinte resposta: “Eu estou muito feliz, tô vendo o Império Serrano feliz e aí só resta isso, né? Uma noite muito feliz, por estar participando de um projeto numa escola desse tamanho. Agora vem o Grupo Especial, mas primeiro eu preciso tirar férias”, disse o artista. * VEJA AQUI FOTOS DO DESFILE

Quem também acompanhou a chegada do troféu a quadra do Reizinho de Madureira foi o presidente Sandro Avelar. O dirigente antecipou o grande desejo de manter o carnavalesco Leandro Vieira na equipe e também enumerou os prêmios e honrarias concedidas ao desfile deste ano.

“O Império fez o pior desfile em 2020 e esse ano tentamos renovar, mudar a plástica. A chegada do Leandro Vieira foi muito importante para resgatar a alma e dignidade do Império Serrano. E na avenida nosso povo cantou e vibrou. Na avenida passamos completos e dignos e fomos premiados com o Estrela do Carnaval e agora o título da Série Ouro. O Império vai buscar sua permanência no grupo. É muito cedo para falar de equipe, mas uma coisa que o Império vai lutar é pela permanência do Leandro Vieira”, revelou.

Outra figura muito bem recebida pelo torcedor imperiano foi o comandante da Sinfônica do samba, mestre Vitinho. Com raízes profundas no chão da Serrinha, o músico vibrou com as notas 10 de ponta a ponta no quesito bateria e relembrou a má fase vivida do Reizinho de Madureira em 2020.

“O Império Serrano veio de um momento muito difícil. O Carnaval de 2020 tem que ser esquecido. O Império estava devendo penhora, devendo a muita gente. O Sandro conseguiu organizar a casa. Agora é trabalhar para 2023 para nossa bateria ser nota máxima e a escola se manter no Grupo Especial. Não em último lugar, mas numa boa posição”, profetizou Vitinho.

O diretor de carnaval, Wilsinho Alves, emocionado, fez questão de lembrar do tempo de trabalho e agradecer a toda equipe de trabalho.

“Foram oito meses que eu vivi essa escola todos os dias por 24 horas. Foi muita coisa para ver, porque eu cheguei no meio de um projeto. Acredito ter conseguido botar um pouco do meu estilo, da minha organização e trabalhar no Império é maravilhoso! Eu quero agradecer ao presidente e a todos os departamentos”, disse Wilsinho ao site CARNAVALESCO.

Já na direção de harmonia, Junior Escafura comentou a alegria da torcida imperiana que lotava a quadra e as ruas do entorno. O diretor de harmonia exaltou a força e satisfação da comunidade em ver o Império de volta à elite.

“Muito feliz em ver de novo o Império Serrano feliz. Uma escola do tamanho do Império merece sempre estar no especial e ter o respeito de todos. Eu tô muito feliz em ver de novo o imperiano feliz. Parabéns, Serrinha! O Império precisa pensar grande e se estruturar cada vez mais para voltar a ser o Império Serrano que todos nós voltamos a admirar”, pontuou Escafura.

Quem também ressaltou a superação da Verde e Branco foi a Quitéria Chagas, rainha da escola. “Estou em êxtase, porque o Império sofreu muito por anos. Em 2020 fiquei sozinha com mais quatro pessoas na mesa, me ligaram perguntando o que eu estava fazendo lá, me ligaram mandando eu sair daquela mesa. Porque eu não tinha o que fazer lá, mas eu fiquei, continuei acreditando no Império e hoje estamos em festa”, contou Quitéria.

A porta-bandeira Verônica Lima conversou com a equipe do site CARNAVALESCO ao chegar na quadra. “Momento maravilhoso. Depois de tanto tempo sem o carnaval, ver agora a Serrinha estar no Grupo Especial novamente é de uma emoção muito grande. Ver um samba que deixa a comunidade feliz, ver a concretização de um sonho… olha, poder trabalhar com o amor da nossa vida, o carnaval e ainda poder ser campeão… que coisa maravilhosa”, afirmou a porta-bandeira imperiana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui