InícioEspecialImpério Serrano fecha desfile com homenagem a Dona Ivone Lara, a Dama...

Império Serrano fecha desfile com homenagem a Dona Ivone Lara, a Dama do Samba

Por Larissa Rocha

A escola do morro da Serrinha deu a largada para o primeiro dia de desfiles do Grupo Especial. Com o enredo “O que é, o que é’?’, samba de composição de Gonzaguinha, a escola finalizou sua passagem pela Avenida com uma homenagem a Dona Ivone Lara em seu sexto carro alegórico e na 28ª ala.

O carro, intitulado ” A Beleza de Ser um Eterno Aprendiz”, levou ao Sambódromo a coroa do Império Serrado – símbolo da escola – e muitos detalhes em dourado e verde. Parte da Velha Guarda também se apresentou na alegoria. No alto do carro, podiam ser vistas fotos de Dona Ivone em suas diferentes fases da vida.

A emoção de representar parte da história da primeira mulher do samba tomou conta de todos os componentes. De cima do carro alegórico, Iraci dos Santos, que desfila há mais de 30 anos na escola, falou sobre o sentimento de prestar esta homenagem.

”É uma emoção sem tamanho. Homenageamos Ivone há dois anos com ela em vida aqui no carro, junto da gente. Este ano, ela não está presente, mas está em nossos corações”, disse, feliz e emocionada.

Jorgina Ribeiro, que também cruza a Avenida pelo Império há mais de três décadas, foi mais uma componente que se sentiu honrada por fazer parte deste momento.

“É um carro lindo! Ela merece! O carnavalesco foi certeiro, porque Dona Ivone Lara foi e sempre será a Dama do Samba. O Império tinha mesmo que homenageá-la, uma mulher tão grandiosa em tudo que fez”, afirmou.

Já a ala 28, tradicional departamento feminino, foi batizada de “A Dama Imortal do Samba”. Todas as componentes vestiam uma saia verde, sapatos dourados e uma blusa com o rosto de Dona Ivone Lara estampado. No cabelo, exibiam um arranjo também em dourado.

Apesar das idas e vindas na escola, o diretor da ala, Ademir Paixão, garantiu que tem o coração imperiano e se arrepiou ao falar da importância de Dona Ivone para o cenário da cultura e música brasileiras.

“A dona Ivone Lara foi tudo para a gente. Ela foi compositora do Império! Onde ela estiver hoje, ela está olhando por nós”, se emocionou.

A desfilante da ala Terezinha de Silva Soares, que integra o time de apaixonados pela Império há quase 30 anos, acredita que falar sobre a Dama do Samba ajudará a escola a permanecer no Grupo Especial do Carnaval Carioca.

”Ela era uma imperiana muito dedicada. Além de ter sido baiana da escola, foi compositora da agremiação e a primeira mulher no mundo do samba. É muito gratificante fazer parte desta homenagem”, agradeceu.

- ads-

Dia decisivo! Escolas do Grupo Especial conhecem em sorteio a ordem dos desfiles no Carnaval 2025

Está chegando a hora do mundo do samba conhecer o dia e a posição que cada agremiação vai desfilar no Rio Carnaval 2025. A...

Torrão amado quer o décimo título! Diretor deseja que Salgueiro encerre uma das noites de desfiles no Carnaval 2025

Após retornar ao desfile das campeãs em 2024 com o quarto lugar conquistado, o Salgueiro já se prepara para o Carnaval de 2025. Um...