InícioGrupo EspecialImperatriz levará clássicos da MPB e do samba para réveillon de Copacabana

Imperatriz levará clássicos da MPB e do samba para réveillon de Copacabana

Além de composições antológicas que marcaram a história da atual campeã do Carnaval, a escola fará homenagens a artistas como Gilberto Gil, Rita Lee, Maria Rita, Tim Maia, Jorge Ben e Cacique de Ramos

Atração confirmada para o palco em frente ao Copacabana Palace no Réveillon 2024, a Imperatriz Leopoldinense fará uma apresentação recheada de samba-enredo, partido alto e clássicos da MPB. Logo na abertura do show, a escola fará uma interação entre dançarinos do Complexo do Alemão e as baianas da agremiação ao som de “Reza”, de Maria Rita, e “Andar Com Fé”, de Gilberto Gil.

Fotos: Lucas Santos/CARNAVALESCO

Pitty de Menezes, intérprete oficial da Imperatriz, fala da emoção de cantar pela primeira vez em Copacabana e de homenagear gigantes nomes da música brasileira.

“Sem dúvidas será um dos momentos mais especiais da minha carreira. Cantar Gil, Tim, Rita Lee, Jorge Ben, Maria Rita e Cacique é muita responsabilidade, mas tenho certeza que será uma linda homenagem. O Brasil é essa mistura que deu certo”, diz o cantor.

O repertório da Imperatriz também conta com outros clássicos da MPB, como “Descobridor dos Sete Mares”, de Tim Maia; “País Tropical”, de Jorge Ben; e sucessos do bloco Cacique de Ramos.

Parte da queima de fogos mais famosa do mundo será dedicada à rainha do rock, Rita Lee — ou padroeira da Liberdade, como preferia ser chamada —, que morreu de câncer em maio, aos 75 anos. A Imperatriz também homenageará a cantora.

“Rita é um ícone da nossa música. É muito representativa. Vamos fazer uma mistura de samba-enredo e rock com ‘Baila Comigo’”, conta o mestre de bateria da Imperatriz, Mestre Lollo.

O show da “Rainha de Ramos”, como é conhecida a Imperatriz Leopoldinense no Carnaval, foi construído com participação dos diretores artísticos da escola, Marcinho Dellawegah e Sabrina Sant’Anna e do diretor musical Pedro Miguel. A apresentação está prevista para iniciar após a virada.

Há 13 anos como primeira porta-bandeira da Imperatriz, Rafaela Theodoro também fala da emoção de estrear no réveillon de Copacabana.

“A Imperatriz já me proporcionou experiências incríveis além da Sapucaí. Fizemos a Copa do Mundo do Brasil, as Olimpíadas, o show do Alok, também em Copa, e agora a gente zera o game com o réveillon mais bonito do mundo. Estou muito ansiosa”, declara a dançarina.

Já o mestre-sala Phelipe Lemos destaca o encontro entre “Rainhas” para começar o ano com muita alegria e energia positiva.

“O Rio não poderia ter um encontro melhor para abrir 2024. Estarão três rainhas juntas. A do samba, que é a Imperatriz, a do rock, com a nossa Rita Lee, e a do mar, a nossa Copacabana. É programação para qualquer um se deliciar”, brinca.

Para fechar com chave de ouro, a Rainha de Ramos apresentará ao público seu samba-enredo para o Carnaval que virá. A faixa é a mais ouvida entre todas as agremiações do Grupo Especial no Spotify, com 250 mil players. Neste mês, a composição entrou para o álbum “Virais RJ”, que seleciona as músicas mais ouvidas da plataforma de streaming, no Rio, ao lado de hits de Anitta, Glória Groove, Oruam, MC Cabelinho, entre outros.

Em 2024, a Imperatriz Leopoldinense será a última escola a desfilar no domingo de Carnaval (11 de fevereiro) com o enredo “Com a sorte virada pra lua segundo o testamento da cigana Esmeralda”, do carnavalesco Leandro Vieira.

- ads-

Império Serrano anuncia que Darlin não é mais rainha de bateria da escola

O Império Serrano anunciou nesta sexta-feira que Darlin Ferrattry não segue cono rainha de bateria para o Carnaval 2025. Veja o comunicado da escola. "A...

Carnavalescos da Grande Rio promovem visita mediada em exposição neste sábado

Neste sábado, 02 de março, às 14h, acontecerá uma visita mediada pela exposição "Laroyê, Grande Rio!", em exibição no Museu de Arte do Rio,...

União da Ilha anuncia saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira

A União da Ilha anunciou nesta sexta-feira a saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Thiaguinho e Amanda. A dupla recebeu o prêmio "Estrela...