O Governo do Estado montou uma operação integrada de segurança para garantir a tranquilidade dos foliões durante a temporada de ensaios técnicos na Sapucaí, que teve início na tarde de sábado e vai até o dia 04 de fevereiro. No último domingo, Porto da Pedra e Mocidade Independente de Padre Miguel abriram os ensaios do Grupo Especial. Com reforço do efetivo das equipes do 4° e 5° Batalhão da Polícia Militar, aliado ao uso da tecnologia, a festividade aconteceu sem ocorrências.

Foto: Divulgação/Governo do Estado do Rio

“Essa festa representa nossa cultura, fortalece nosso turismo e gera emprego para a população. Estamos investindo R$ 60 milhões no Carnaval. Com apoio das forças de segurança teremos uma festividade de paz e tranquilidade, onde turistas e moradores poderão aproveitar”, destacou o governador Cláudio Castro.

Nascidos durante a folia, Flaviana Gomes e seu filho Ravi de apenas um ano aproveitaram o aquecimento no Sambódromo. Moradora do Santo Cristo, Zona Central da capital, Flaviana diz que se sentiu segura para levar o pequeno à Sapucaí.

“Estou achando a segurança muito boa. Eu me sinto segura em trazer meu filho. Hoje é o primeiro dia dele aqui. Amo o Carnaval e quero passar isso para ele”, contou, dizendo que assistirá aos desfiles em fevereiro.

Além do reforço do efetivo, o esquema de segurança da Polícia Militar teve o uso do sistema de videomonitoramento. O carro-comando da PM também esteve no Sambódromo. O veículo possui torre de observação que sustenta quatro câmeras já alinhadas ao sistema de reconhecimento facial.

“A Polícia Militar se fez presente nesses dois dias de ensaio no Sambódromo. Temos um efetivo de viaturas distribuído em pontos estratégicos. Também temos policiamento a pé, ao longo e no entorno da Marquês”, disse o comandante do 4° Batalhão, Tenente Valentim, explicando que a equipe trabalha para que todos tenham um Carnaval seguro.

Presente no segundo dia de ensaio técnico na Sapucaí, a secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros, destacou que esse é o maior investimento no Carnaval já feito pelo Governo do Estado, e que não engloba apenas a capital, mas todo o estado.

Sistema de reconhecimento facial

Duas telas, uma filmando em tempo real e outra escaneando os rostos, estão acopladas ao carro-comando da PM. Em caso de identificação de indivíduo com mandado de prisão em aberto, o sistema emite um alarme.

Drones integrados ao programa de monitoramento facial garantiram imagens de foliões com zoom de até 42x. Agentes comandam o equipamento no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que processa as imagens em tempo real.

Motos das unidades especializadas, cavalaria e viaturas rodantes também auxiliaram o trabalho dos agentes de segurança.

Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros, além do efetivo dos quartéis que atendem a área do Sambódromo, utilizou motolâncias e ambulâncias para acompanhar os dois dias de ensaios, atuando na prevenção e no primeiro atendimento ao público, em caso de emergência.

Segurança Presente e Lei Seca

O Segurança Presente contou com duas viaturas com quatro policiais, até às 22 horas deste domingo, no entorno da Marques de Sapucaí, atuando na rua Presidente Vargas. A equipe de educação da Lei Seca atuou em dois locais na Marquês de Sapucaí. Ela esteve no ensaio especial desde às 18 horas, levando conscientização para todos, além de distribuir ventarolas.

Metrô

O Metrô ampliou o horário de funcionamento neste domingo. As estações da Central do Brasil/Centro e Praça Onze funcionaram até meia-noite. O Metrô na Superfície operou das 7h às 22h30, como já acontece nos fins de semana.

Cedae

Dez aguadeiros da Cedae trabalharam das 8h à meia noite, com um total de 60 “bombonas” de água, cada uma com 11 litros.