Os figurinos que a Unidos de Vila Isabel levará para a Marquês de Sapucaí para homenagear Martinho da Vila no próximo dia 22 de abril, um sábado, começaram a ser entregues no último fim de semana na Cidade do Samba, Zona Portuária do Rio. A agremiação foi a primeira do Grupo Especial a iniciar o processo de distribuição de fantasias à comunidade rumo ao Carnaval 2022.

O foco da distribuição, além do repasse das peças aos componentes, é na valorização dos artistas da “fábrica de sonhos”. Junto com o conteúdo das entregas, as alas estão recebendo uma mensagem impressa que contabiliza o número de profissionais envolvidos naquela cadeia produtiva: 22 ao todo (carnavalesco, historiador, desenhista, comprador, fornecedores, modelista, ferreiro, vimeiro, costureiras, aderecistas, chapeleiro, pintores, batedor de placa e escultores).

A ideia de trazer a equipe aos holofotes, diante dos quadros da agremiação, partiu do diretor de Carnaval Moisés Carvalho.

“É uma mão de obra muito expressiva, que as pessoas não fazem ideia do tamanho e da importância. Especialmente nesse ano que passou, com tantas perdas, é importante a valorização da vida e da mão de obra humana”, conta Moisés.

Para o dirigente, após a entrega, a responsabilidade pelo sucesso do desfile, o último do Grupo Especial este ano, está agora nas mãos de quem desfilar na Sapucaí:

“Queremos que cada um que vista nossa camisa e nossas fantasias. São centenas de pessoas juntas em cada detalhe daquelas roupas. Esse sentimento é o que nos faz gigantes”, finaliza o diretor.

Neste sábado, as alas 4,12 e 16 serão distribuídas de 9h às 12h. Em seguida, será a voz das alas 15 e 22, entre 13h às 17h. Mais informações estão sendo divulgadas nos canais de comunicação oficiais da Vila.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui