InícioGrupo EspecialEntrevistão com Marquinhos Art'Samba, intérprete da Mangueira: 'Fui preso porque errei e...

Entrevistão com Marquinhos Art’Samba, intérprete da Mangueira: ‘Fui preso porque errei e já resolvi’

Assumindo o posto de intérprete da Estação Primeira de Mangueira neste carnaval, o cantor Marquinhos Art’Samba deu um susto na nação verde e rosa após o ensaio técnico da escola. Ele foi preso por não pagar pensão. Solto no dia seguinte após quitar sua dívida, o cantor admite o seu erro em entrevista concedida ao site CARNAVALESCO e fala ainda da responsabilidade de cantar na Mangueira. Revela que chegou a pensar em desistir da carreira de intérprete e afirma que a Unidos de Padre Miguel sempre terá um lugar especial em seu coração.

Como foi o contato da Mangueira com você?

“A gente já estava em um ‘namoro’ longo. Só que as coisas não andavam. O Império Serrano anunciou a renovação. Uma escola que eu respeito demais. Numa quinta-feira houve uma reunião para definir o intérprete. Houve a aprovação do meu nome nesse encontro. Aí meu telefone tocou e era um número desconhecido e era o presidente Chiquinho. Ele me informou que eu era o cantor da Mangueira. Eu comecei a chorar. Eu sou gaguejei à beça no telefone. Pensei até que ele pudesse desistir (risos)”.

Você para pra pensar que está cantando na escola do maior intérprete de todos os tempos?

“Quando você sonha em ser cantor de escola de samba, logicamente você pensa na Mangueira. O jogador de futebol pensa um dia jogar no Flamengo. Eu sou mangueirense, apesar de ser cria de Mesquita. Comecei na Beija-Flor, mas a verde e rosa sempre foi um objetivo. Só que era uma coisa meio vaga né, nunca pensei que fosse se concretizar”

Qual foi o momento mais difícil da sua trajetória?

“Meu último carnaval como apoio na Porto da Pedra pensei em parar. Na época estava surgindo o Igor Sorriso. Eu não era chamado para lugar nenhum, apesar de todos disserem do meu potencial. Falei para o Bruno Ribas que eu daria um tempo. O Bruno tentou me fazer desistir mas eu fiquei realmente fora em 2011. Não me arrependi de ter feito isso. Em 2012 a convite do Cláudio Russo, que é muito meu amigo, passei a compor o carro de som com o Rogerinho. A Unidos de Padre Miguel havia descido para o Grupo B na época e o Igor Viana havia sido convidado para cantar na Porto da Pedra em 2013, a escola havia descido para a nova Série A. A convite do Kenga e do mestre Dinho eu fui chamado para assumir o microfone principal da Unidos. Ali minha carreira deslanchou”

Em que lugar no seu coração está a Unidos de Padre Miguel?

“A Unidos tem um lugar muito especial no meu coração. Eu devo muito à escola. Até hoje sou muito bem recebido. Todo ano faço questão de ir assistir e torcer pela escola. Eu sei que a hora da Unidos vai chegar se Deus quiser”

O samba da Mangueira tem sido apontado como o melhor do carnaval antes mesmo do desfile…

“Primeiro que é muito gratificante ver esse samba da Mangueira voltar a ser executado nas grandes rodas de samba. A escolha dessa obra da Mangueira foi muito certa. No ensaio técnico, apesar da dificuldade da chuva, o samba foi muito bem cantado e muito bem executado por nós do carro de som”

O que aconteceu no episódio da sua prisão?

“As coisas acontecem para aprendermos. A justiça estava certa, eu tinha uma pendência. Foi tudo resolvido. Apesar da minha filha já ter 23 anos, ela faz uma faculdade e eu deveria ter pagado a pensão. Assumo minha parcela de culpa mas já está tudo certo”.

- ads-

Unidos de Padre Miguel preparada para brilhar e abrir os desfiles do Grupo Especial no Carnaval 2025

A Unidos de Padre Miguel venceu a Série Ouro do Carnaval 2024 do Rio de Janeiro e estará de volta ao Grupo Especial (já...

Beija-Flor de Nilópolis confiante no sorteio da ordem dos desfiles para o Carnaval 2025; Selminha Sorriso quer a segunda-feira

A maior campeã do Sambódromo, Beija-Flor de Nilópolis, tenta se reorganizar depois do oitavo lugar no Carnaval de 2024, o que tirou a escola...