InícioSérie OuroEntrevistão com Lara Mara, diretora de carnaval da UPM: 'O amor verdadeiro...

Entrevistão com Lara Mara, diretora de carnaval da UPM: ‘O amor verdadeiro dos nossos componentes encanta’

Aos 18 anos, Lara Mara assume função especial na Unidos de Padre Miguel. Ao lado do pai, Cícero Costa, ela comanda agora a direção de carnaval e chega com a missão de realizar o sonho do 'povo guerreiro da Vila Vintém'

Aos 18 anos, Lara Mara assume função especial na Unidos de Padre Miguel. Ao lado do pai, Cícero Costa, ela comanda agora a direção de carnaval e chega com a missão de realizar o sonho do “povo guerreiro da Vila Vintém”, que é chegar pela primeira vez no Grupo Especial. Para isso, a vermelho e branco aposta no enredo “O Redentor do Sertão”, que será desenvolvido pelos carnavalescos Edson Pereira e Lucas Milato.

Fotos: Diego Mendes/Divulgação

Como você começou no carnaval?

“Na verdade, eu já nasci no meio, porque meu pai sempre foi e minha mãe também. Sempre estive no carnaval. A primeira vez que eu fui levada para o ensaio de rua tinha um mês de vida. Comecei na ala das crianças com sete anos. Depois, desfilei como destaque”.

Qual é o segredo da quadra da UPM porque a gente chega na quadra e sente algo muito forte que mexe com o coração e a emoção?

“As pessoas vêem uma comunidade muito apaixonada. Um povo muito apaixonado. Tem esse encantamento. A nossa receptividade de receber as pessoas muito bem. Todo mundo fica encantado. As pessoas que estão ali amam realmente a escola. Estão dispostas a fazerem tudo pela escola, vestem a camisa. Encanta é o amor verdadeiro”.

Como você recebeu o convite para ser diretora de carnaval junto com o seu pai? O que pensou na hora e o que sentiu quando assumiu a função?

“Quando recebi o convite para ser diretora de carnaval do meu pai achei até que era brincadeira. Como eu tinha ajudado no carnaval de 2023 acreditei, fiquei bem impressionada, mas também com muita vontade de fazer acontecer. Poder mostrar o meu amor pela escola”.

Fora do carnaval, como é a troca entre você e seu pai na vida normal? E dentro da escola de samba como ficou a divisão de trabalho entre vocês?

“Eu e meu pai somos muito amigos, dentro da escola mesmo às vezes com algumas opiniões diferentes entramos sempre num acordo. Eu estou aprendendo muito com ele, a gente fez a divisão de uma forma saudável, ele fica com algumas responsabilidades e eu com outras”.

Qual é o perfil da Lara? É de mandar e pronto, mandar e ouvir, dialogar?

“Eu sou muito mandona, mas sei ouvir também. Gosto de tudo certinho e na maioria das vezes na hora”.

Qual é o seu desfile inesquecível da Unidos de Padre Miguel? Por qual motivo?

“Meu desfile inesquecível foi o de 2017. O ano do acidente com a Jéssica (Ferreira, porta-bandeira, que sofreu uma lesão durante o desfile). Ali, eu vi que o mundo do samba abraçou a Unidos de Padre Miguel. O que eu senti naquele dia nunca senti na minha vida”.

Quando realmente vai chegar o dia da Vila Vintém ser campeã do Acesso? O que falta?

“Acho que o dia da Vila Vintém vai chegar no momento certo. Tivemos alguns erros nos últimos anos, mas estamos dispostos a acertar. Olhar para o futuro e ir em frente. Brigar pelo título e honrar nossa comunidade”.

Como está o trabalho para 2024? Fizeram obra no barracão?

“Para o carnaval 2024 já estamos com os protótipos das fantasias prontos. A obra do barracão foi para melhorar nossa estrutura e poder trazer uma qualidade no trabalho e para os profissionais”.

Como surgiu a ideia do enredo para o Carnaval 2024?

“A ideia do enredo foi muito a nossa cara pela questão da fé, todos nós estamos esperando o milagre da Vintém, que é nosso tão esperado título e também cada um de nós almeja um milagre na nossa vida pessoal. Casou muito. O povo da Vintém é um povo de fé, que não desiste, tem total relação. E também acho que a Unidos combina com enredo do Nordeste, amo o desfile de 2015”.

Como funciona a relação com o carnavalesco Edson Pereira e agora a chegada do Lucas Milato na parceria?

“Edson me conhece desde bem pequena, me viu crescer, somos uma família. Temos uma boa relação, tanto dentro, como fora da escola. Ele é a cara da Unidos de Padre Miguel e todo mundo da Vintém ama o trabalho dele. A ideia da contratação do Lucas foi que vimos um jovem bem competente e resolvemos dar oportunidade. Acredito no potencial dele e sei que vamos fazer um belo desfile. Ccom certeza vai emocionar tanto o povo do samba como as pessoas de grande fé”.

A escola conta com pessoas muito importantes em seus quesitos. Mestre Dinho na bateria, o casal Vinicius e Jéssica e o coreógrafo David Lima. Essa relação deles vai muito além do desfile? São pessoas que se o sonho acontecer um dia vão estar com vocês no Especial?

“Essas pessoas fazem parte da história da Unidos de Padre Miguel. Sem dúvida, elas merecem comemorar e viver com a gente quando esse sonho for realizado, somos uma família, se for da vontade deles com certeza irão continuar”.

A ala de crianças da UPM sempre é muito esperada e premiada. Qual é a sua fantasia marcante dessa ala e por qual motivo?

“Sempre é, com certeza, a fantasia mais marcante. A minha é da galinha d’angola de 2013”.

Hoje temos os herdeiros assumindo funções nas escolas de samba. Como você analisa as presenças do Gabriel David na Liga/Beija-Flor, João Drumond na Imperatriz, Bernardo na Grande Rio, Luizinho na Vila? São inspirações?

“Acho que é uma boa. É um bom futuro. O carnaval tem que evoluir. Novos ares, pessoas novas. Uma nova mentalidade é necessária. Existe o amor pelo carnaval”.

Temos hoje algumas mulheres no comando das escolas. Gosta desse empoderamento?

“Gosto do empoderamento das mulheres no carnaval. Olho muito a trajetória dessas mulheres. São guerreiras. Fazer gestão de escola de samba não é fácil. Sendo mulher acaba tendo o preconceito. As meninas que querem, podem ser destaques, passistas, mudas. Mas também pode comandar, como presidente ou diretora. Até carnavalescas temos poucas. As mulheres têm que parar com um pouco de medo e botar mais a cara. Sou uma mulher que estou assumindo um cargo que é regido por homens”.

Você é jovem, apenas 18 anos, como é a relação com as amigas/amigos fora do carnaval quando você diz que é de escola de samba e que ouve samba-enredo? 

“Meus amigos de fora acabam entrando no carnaval por causa de mim. Tenho um amigo meu que era louco por rock e aí conheceu a Unidos através de mim. Hoje é completamente apaixonado pela escola. Meus amigos gostam muito, tem muitos amigos desse meio do carnaval, porque eu cresci aqui. A gente acabou crescendo junto. Assim, desde a aula das crianças até hoje, continuamos amizade”.

Você gosta de ouvir samba-enredo no carro ou em casa? 

“Eu escuto samba-enredo o tempo todo, se deixar eu escuto samba-enredo o dia inteiro, no carro, na faculdade. Às vezes eu estou triste, acordo boto um samba-enredo da Unidos e das outras escolas”.

Fora do carnaval, o que você curte fazer no tempo livre?

“Sou muito festeira, amo estar com meus amigos e família. Gosto muito de viajar, amo futebol, sou flamenguista, amo está com a natureza, sempre vou na cachoeira”.

Você carrega um lado azul no coração que é o amor pela Vila Isabel. Como isso surgiu?

“O amor pela Vila surgiu quando meu pai me levou pra assistir o desfile em 2010. Ali, eu me apaixonei, costumo fala que amor não se explica só se sente e eu me encantei. Desde então tenho um pedacinho de Vila no meu coração”.

- ads-

Nícolas Gonçalves acerta com Tucuruvi para fazer parceria com dupla de artistas da escola

Além da renovação de Dione Leite e Yago Duarte, o Tucuruvi anunciou a chegada do carnavalesco Nícolas Gonçalves que estará na parceria com a...

Tucuruvi anuncia renovação de carnavalescos para o desfile de 2025

O Tucuruvi anunciou nesta segunda-feira a renovação da dupla de carnavalescos, Dione Leite e Yago Duarte, para o desfile do ano que vem. Confira...

Elogiado e recomendado no passado por Laíla, Marquinho Marino fala da chegada na Beija-Flor: ‘sei do tamanho e magnitude’

Considerado um dos melhores diretores de carnaval do Rio de Janeiro, Marquinho Marino chegou na Beija-Flor. Em entrevista especial para o site CARNAVALESCO, ele...