InícioGrupo EspecialEm seu lugar de fala, comunidade da Beija-Flor abre temporada de ensaios

Em seu lugar de fala, comunidade da Beija-Flor abre temporada de ensaios

Diretor de carnaval da Beija-Flor, Dudu Azevedo revelou ao CARNAVALESCO que a azul e branco já vai ensaiar pelas ruas de Nilópolis no dia 21 de novembro

A Beija-Flor de Nilópolis começou na última quinta-feira a temporada de ensaios para o Carnaval de 2022. A azul e branco vai fechar o domingo de carnaval com o enredo “Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor”. Diretor de carnaval da Beija-Flor, Dudu Azevedo revelou ao CARNAVALESCO que a azul e branco já vai ensaiar pelas ruas de Nilópolis no dia 21 de novembro.

“O mais supreendente é ver o abraço do povo ao samba no primeiro ensaio. Hoje, foi o primeiro encontro. A partir de agora, vamos acertando o que tivermos que acertar até levarmos para rua no dia 21 de novembro. Projetamos desfilar com 3 mil componentes. A posição do casal é uma surpresa, mudamos porque o pavilhão é tudo, quando a gente faz essa mudança é possível que o casal tenha o momento dele de entrar na cabine de jurados. Foi uma ideia coletiva. Podem esperar uma escola em busca do título”.

Completando 30 anos dançando com o mestre-sala Claudinho, a porta-bandeira Selminha Sorriso enaltecer o enredo da Beija-Flor para o desfile do ano que vem.

“Senti tanta vibração positiva. A escola está muito motivada. O enredo é a nossa fala. A Beija-Flor é o grande mucambo. Todo mundo se sentiu representado. O samba vencedor é o que mais se identificou com a nossa proposta. O nosso enredo é para transcender e transformar. Não queremos mais que o preconceito seja algo recorrente. Vamos fazer um desfile de forma pedagógica. Como pretos, nós exigimos respeito”, disse a porta-bandeira.

Selminha também falou sobre a mudança da posição do casal de mestre-sala e porta-bandeira que não estará mais atrás da comissão de frente.

“Vai mudar só a nossa posição. Era um desejo nosso. Consta no regulamento que o casal pode estar em qualquer lugar. Só não podemos estar à frente da comissão de frente. Estamos felizes, ensaiando muito, não nos acomodamos. Estamos fazendo 30 anos juntos. É um recorde na história do carnaval. Ninguém dançou 30 anos de forma initerrupta. O que nos manteve tanto tempo juntos é que entendemos que cada ano é diferente, que precisamos respeitar todos os colegas, e nosso comprometimento é com cada um que desfila, torce e ama a Beija-Flor”.

Após o primeiro ensaio da bateira com a comunidade, mestre Rodney contou que ficou muito feliz pelo rendimento e citou a força nilopolitana.

“Nunca vi um primeiro ensaio tão cheio, levando em consideração a pandemia, e pudemos sentir a vontade do povo de extravassar. Foi indescritível! A força e harmonia da Beija-Flor está muito grande. Estou muito emocionado por hoje. A bateria já assimilhou nossas bossas, estamos aproveitando a melodia do samba. Estou há 24 anos aqui, participei de nove campeonatos, e já vi esse filme antes, pode me cobrar, acho que vai vir um novo caneco para gente. A comunidade está querendo. Sem monesprezar as outras coirmãs, mas quando essa comunidade quer ela vai buscar”.

VEJA FOTOS DO ENSAIO

- ads-

É a bateria do Zaca! Mestre Serginho se diz contente pela proposta diferente e conquista do Estrela do Carnaval

A “Bateria do Zaca” vive uma fase espetacular. É o segundo ano consecutivo em que a batucada comandada por mestre Serginho conquista os 40...

‘Reflete a alma e a ancestralidade que o Salgueiro tanto valoriza’, diz Jorge Silveira sobre o enredo para o Carnaval 2025

O carnavalesco Jorge Silveira falou sobre o enredo do Salgueiro para o Carnaval 2025, que foi divulgado na noite desta sexta-feira. Intitulado "Salgueiro de...

Conheça o enredo do Salgueiro para o Carnaval 2025

“De corpo fechado”: preparo o tacho de óleo de oliva, arruda, guiné, alecrim, carqueja, alho e cravo. Com o sinal da cruz na fronte,...