InícioGrupo EspecialDos palcos para a avenida! Thiago Soares revela expectativa para estreia como...

Dos palcos para a avenida! Thiago Soares revela expectativa para estreia como coreógrafo da Imperatriz

Emoção é o sentimento que marca o primeiro carnaval do artista na Sapucaí que chegou em setembro na agremiação de Ramos para assumir o trabalho

Ramos tem motivos de sobra para celebrar a chegada do carnaval 2022. Além do retorno de Rosa Magalhães para a escola, juntamente à uma direção competente, a comissão de frente recebe Thiago Soares, o bailarino mais premiado do mundo para comandar os trabalhos. Único a conquistar o ouro no principal concurso de dança clássica do mundo, o Concurso Internacional de Ballet do Bolshoi, o também professor vibra com a sua estreia na festa carioca. Soares revela à reportagem do CARNAVALESCO que o sentimento é de emoção. Ele, que já participou como bailarino de outras comissões de frente no passado, garantiu que o desejo de contribuir com a festa vem há alguns anos.

Fotos de Allan Duffes/Site CARNAVALESCO

“Sempre fiquei esperando, o telefone nunca tocou até que a Rosa e a Cátia Drumond esse ano me chamaram. Eu estava morando fora, porém após o convite parei tudo para dar prioridade, afinal, era uma coisa que eu sempre quis fazer. Estou muito agradecido de ter essa entrada, emocionado mesmo e ser tão bem recebido”, disse.

Em meio à sua estreia, o coreógrafo não poupou elogios em relação ao tratamento que recebeu desde que chegou na Imperatriz, destacando que a escola o ajuda a cuidar de cada passo, como uma grande família. “Eles estão me puxando pela mão, me ensinando. É um belo processo de aprendizado. É uma sensibilidade muito grande esse carinho e integração de todos comigo”, afirma Soares.

Embora o carnaval seja uma competição, lidar com pressão é algo inerente na carreira do artista. “Sempre tive que aprender a conviver com essas questões. Eu venho do ballet clássico que é competição todos os dias, sempre em busca da perfeição e já estou acostumado”, completou.

Com o retorno dos desfiles na Sapucaí após dois anos, o professor ressalta que todos os ensaios são muito especiais, afinal, o carnaval é a festa do Brasil e a celebração cultural mais popular do mundo, fazendo com que todas as pessoas aguardassem ansiosamente por esse retorno. Soares assumiu o comando da comissão de frente em setembro do ano passado após a saída de Renato Vieira, que deixou o trabalho devido incompatibilidade de agenda.

“Eu conheço o Renato, tenho um grande carinho por ele e não sabia das suas ideias para o desenvolvimento da coreografia. Quando fui chamado, ele já não estava mais no trabalho. A gente até se falou depois, trocou um pouco de afeto. Foi um momento muito bonito, temos esse espaço de carinho e admiração mútua. Quando eu cheguei peguei uma folha branca para poder imprimir a minha identidade”, disse o coreógrafo.

No processo de preparação para a sua estreia no carnaval, o profissional conta com a ajuda de sua equipe que o ajuda a administrar compromissos e cronogramas, visto que ele está sempre viajando entre o Brasil e exterior. Soares afirma que não costuma olhar muito para o trabalho de outros coreógrafos por conta desse nervosismo inicial. “Prefiro respeitar cada um executando o seu e eu sigo de cabeça baixa, fazendo o meu na maior humildade de que estou pisando aqui pela primeira vez. Tem muita gente fera e que já fez coisas incríveis. Muito respeito por pessoas que passaram por esse lugar como Fábio de Melo, por exemplo, além de outros. Vou focar no que estou sentindo. Apesar de ser uma competição, também é muito familiar porque nos conhecemos”, ressaltou Soaresao citar os colegas coreógrafos.

Além desse momento de estreia, o artista comenta que estar na escola em que Rosa Magalhães assina o enredo é uma honra enorme, mas carregada também com uma grande pressão. “A questão é tentar aprender com quem sabe fazer muito bem. A Rosa é uma estrela, realmente uma professora e é muito bom poder estar perto dela, sentir o cheiro desse DNA. Quero fazer a minha contribuição com muito respeito aos que já fizeram e foram premiados”, finalizou.

Para o enredo de 2022, Soares está empolgado e confiante com o trabalho da sua equipe, porém, garantiu que os segredos serão revelados apenas na sexta-feira, dia 22 de abril.

“Eu senti que é uma volta de todos nós. Estamos respaldados na trajetória de um artista que é o Arlindo e respaldados na trajetória da escola que tem muito orgulho, amor e emoção do lugar que ela está agora. Tenho um elenco muito especial e com uma mensagem que é bem clara e relevante para o mundo em que a gente vive hoje. Temos uma narrativa muito clara aí, mas é uma divisão dessa emoção da volta, esse momento que perdemos dois anos das nossas vidas. Perdemos pessoas e isso mexeu com todos nós. Foi um período para se reavaliar, se olhar no espelho, se empoderar e trazer o melhor de nós. Acho que o espírito do trabalho está por aí”, completou.

De acordo com ele, haverá a presença de elemento cenográfico (tripé) na composição da comissão de frente da escola de Ramos. O artista afirma se agarrar muito nos códigos que também já foram testados por outros coreógrafos e deram muito certo, afinal, fazem parte da essência e da modernidade do carnaval. Entretanto, Soares ressalta buscar também no passado algumas inspirações.

“Eu vi muitas comissões, coisas incríveis, de grandes coreógrafos e que fizeram muito sucesso. Realmente existem mais trabalhos que vi na internet, muito antigos para mergulhar na história. Óbvio que hoje existem muitos ganhadores e que são estrelas do carnaval, que tenho muita admiração. Gosto de buscar, pesquisar. Vi coisas do Fábio de Melo e percebi que realmente é incrível a sensibilidade daarte e dos detalhes simples que fazem a diferença. Eu fui beber ali em algum lugar”, finalizou.

A Imperatriz Leopoldinense é a primeira escola a desfilar na abertura do Carnaval 2022 do Grupo Especial. Até lá, a equipe comandada por Thiago segue trabalhando de forma incansável para buscar as quatro notas dez no quesito e deixar a agremiação ainda mais próxima do tão sonhado título.

- ads-

É a bateria do Zaca! Mestre Serginho se diz contente pela proposta diferente e conquista do Estrela do Carnaval

A “Bateria do Zaca” vive uma fase espetacular. É o segundo ano consecutivo em que a batucada comandada por mestre Serginho conquista os 40...

‘Reflete a alma e a ancestralidade que o Salgueiro tanto valoriza’, diz Jorge Silveira sobre o enredo para o Carnaval 2025

O carnavalesco Jorge Silveira falou sobre o enredo do Salgueiro para o Carnaval 2025, que foi divulgado na noite desta sexta-feira. Intitulado "Salgueiro de...

Conheça o enredo do Salgueiro para o Carnaval 2025

“De corpo fechado”: preparo o tacho de óleo de oliva, arruda, guiné, alecrim, carqueja, alho e cravo. Com o sinal da cruz na fronte,...