InícioSão PauloDiretor do Tucuruvi comemora vinda de Carlos Jr e aposta em enredo...

Diretor do Tucuruvi comemora vinda de Carlos Jr e aposta em enredo sobre Bezerra da Silva

O Acadêmicos do Tucuruvi esperou dois anos para finalmente voltar ao Grupo Especial do carnaval de São Paulo. E em 2022 ficou em 11ª lugar com um enredo que despertou muitos adeptos na reflexão sobre o carnaval: “Carnavais… De lá pra cá, o que mudou? Daqui pra lá, o que será?”. O site CARNAVALESCO conversou com o diretor de carnaval, Rodrigo Delduque, sobre o resultado da escola de samba neste retorno ao Grupo Especial e já olhando para o futuro do que é necessário fazer para o próximo carnaval.

Foto: Vinicius Vasconcelos/Site CARNAVALESCO

“O balanço do carnaval passado é positivo, onde a Tucuruvi fez um carnaval totalmente seguro. Carnaval para estar brigando ali para a liderança e título. Infelizmente o número não disse isso. Mas nós mostramos o trabalho. Um trabalho difícil, árduo e a comunidade entendeu, comprou a ideia e o que a gente traz para o próximo é um carnaval totalmente irreverente, de novo um carnaval alegre, como pede. E muito trabalho para a gente estar procurando alcançar objetivos mais altos em questões de números”.

A escola vai homenagear Bezerra da Silva, grande personalidade e músico brasileiro que faleceu em 2005. O diretor de carnaval contou de onde surgiu a ideia de trazer um tema diferente do que a escola vinha apresentado no Anhembi. Vale destacar que teve uma troca de carnavalesco, Fernando Dias deixou a escola e Yago chegou, Dione Leite segue e vai para o quarto carnaval na agremiação da zona norte.

“Foi levado por mim a proposta de fazer uma homenagem. Nós tínhamos uma outra linha, o Dione juntamente com o Yago trouxeram esse tema e nos agradou de imediato. Agradou a maioria das pessoas que tem nos falado. E a gente tem muita alegria em reproduzir esse tema, é um ícone do samba, do povo, e através dessa linha, ícone que nós vamos trazer para a avenida o respeito com o público”.

Outra troca que aconteceu na escola foi do intérprete, Leonardo Bessa deixou a escola, e Carlos Júnior assumiu a vaga. Delduque revelou que é amigo pessoal do famoso ‘Carlão’, que ficou 10 anos no comando do carro de som da Império de Casa Verde.

“É um sonho. O Carlão não precisa provar nada para ninguém no carnaval. Tem o nome cravado, querendo ou não é um amigo pessoal. Muitos não sabem, mas ele é um amigo nosso pessoal, do bairro, nascido e criado no bairro. Temos uma amizade antes do carnaval. Fizemos a proposta, mostramos objetivos, e o Carlão acabou optando pela Tucuruvi, é um presente tê-lo do nosso lado”.

Apesar do 11ª lugar no retorno para o Grupo Especial, o Tucuruvi ficou entre as primeiras colocadas durante grande período da apuração, caiu somente nos últimos quesitos. A agremiação da zona norte de São Paulo busca o tão sonhado título, chegou ao vice-campeonato em 2011.

- ads-

Jorge Silveira exalta preparação da Mocidade Alegre para ganhar duas categorias no Estrela do Carnaval: ‘São Paulo cada vez mais competitivo’

Em 2024, a Mocidade Alegre foi bicampeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, conseguindo unir beleza e facilidade de leitura para tratar...

Ei Psiu! Emerson Dias comemora chegada no carnaval de São Paulo e estreia levantando comunidade da MUM

A Mocidade Unida da Mooca apresentou seu novo intérprete para o carnaval de 2025, e é Emerson Dias, que fará sua estreia em São...

É a bateria do Zaca! Mestre Serginho se diz contente pela proposta diferente e conquista do Estrela do Carnaval

A “Bateria do Zaca” vive uma fase espetacular. É o segundo ano consecutivo em que a batucada comandada por mestre Serginho conquista os 40...