InícioGrupo EspecialCultado do Estado firma parceria para primeiro carnaval sustentável do Rio

Cultado do Estado firma parceria para primeiro carnaval sustentável do Rio

Material do último Carnaval será utilizado para apoiar a folia aliando cultura e sustentabilidade

Em uma parceria entre a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj) e o projeto Sustenta Carnaval, a cidade de Cachoeiras de Macacu, na Região Metropolitana, terá o primeiro carnaval sustentável do Rio. A ação envolve a reutilização de resíduos têxteis provenientes das fantasias coletadas no Carnaval 2022, durante os desfiles das Escolas de Samba das Séries Ouro e Especial, na área de dispersão da Marquês de Sapucaí.

Foto: Divulgação/Governo do Estado

“O Carnaval, para além da grande festa na avenida e nas ruas, é também uma forma de dar visibilidade a todas as causas e lutas. Aliar cultura e sustentabilidade para apoiar o carnaval no interior do estado é um golaço do governador Cláudio Castro, que tem enorme preocupação com todos os 92 municípios. Temos esse projeto piloto com Cachoeiras de Macacu e podemos pensar em caminhos para outras cidades”, destacou a Secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio, Danielle Barros.

Além do pioneirismo, Cachoeiras servirá de exemplo para inspirar novos municípios nas práticas e ações de economia circular, que garanta acesso à reutilização desses insumos em produções artísticas e /ou educacionais.

“O município que possui em seu território uma ampla cobertura vegetal, abrigando cerca de 60% da maior unidade de conservação do Estado, o Parque Estadual dos Três Picos, e que é responsável pelo abastecimento com água de qualidade para mais de 2,5 milhões de pessoas, precisa seguir investindo na sustentabilidade. A cidade detém o maior ICMS Verde do Estado e essa iniciativa contribui para nortear nosso trabalho. Além disso, temos um dos carnavais de rua mais tradicionais do Estado. Portanto, unir essas duas potencialidades da nossa terra é uma honra e grande alegria pra nós”, afirmou o prefeito de Cachoeiras de Macacu, Rafael Miranda.

Para Mariana Pinho, idealizadora do projeto Sustenta Carnaval, a conscientização ambiental no carnaval é uma pauta que precisa avançar nos próximos anos. Com a primeira doação, que reuniu mais de 100 quilos de material, serão neutralizados na bioesfera 4,5 mil quilos de CO²eq.

“Estamos fazendo um trabalho em parceria e diálogo com todo segmento da indústria criativa do Carnaval para que a sustentabilidade seja uma pauta para além do enredo, mas que envolva cada vez mais a cultura e todas as etapas da festa”, disse.

O projeto Sustenta Carnaval conta com o apoio da Federação da Indústria Criativa Cultural do Carnaval do Estado do Rio de Janeiro (FICCCERJ) e da Associação Recreativista Escola de Samba Vizinha Faladeira, que armazenou o material recolhido pelo projeto.

- ads-

Leia a sinopse do enredo da Portela sobre Milton Nascimento para o Carnaval 2025

Cantar será buscar o caminho que vai dar no Sol Uma homenagem a Milton Nascimento “Só quem toma um sonho Como sua forma de viver Pode desvendar o...

Três novos enredistas se juntam à equipe da Beija-Flor de Nilópolis para o Carnaval de 2025

A Beija-Flor de Nilópolis anuncia a chegada de três novos talentos que formam a equipe de enredistas para o Carnaval de 2025. Bianca Behrenda,...

Conheça o enredo da Colorado do Brás para o Carnaval 2025

A Colorado do Brás divulgou na noite desta quarta-feira seu enredo para o Carnaval 2025; Confira abaixo a publicação da escola. "A energia e a...