InícioSérie OuroConquista de um sonho: integrantes da Unidos de Padre Miguel comemoram acesso...

Conquista de um sonho: integrantes da Unidos de Padre Miguel comemoram acesso e prometem grande trabalho no Especial

Por Cristiano Martins e Raphael Lacerda

Com o enredo “O redentor do sertão”, dos carnavalescos Edson Pereira e Lucas Milato, a Unidos de Padre Miguel homenageou Padre Cícero e a fé do povo do Sertão nordestino, e garantiu o acesso ao Grupo Especial. Na quadra da Vintém a festa começou ainda no início da apuração. A agremiação liderou a disputa do início ao fim e praticamente gabaritou todos os quesitos – se não fosse um 9.9, em enredo, descartado pelo regulamento.

Fotos: Raphael Lacerda/CARNAVALESCO

A vitória representou um sonho de gerações da Vila Vintém: a última vez que o Boi Vermelho da Zona Oeste esteve na elite do carnaval foi há mais de cinco décadas. Para o diretor de carnaval Cícero Costa, a vitória é fruto de um longo trabalho feito pela diretoria e a comunidade. Confiante, ele acredita que a UPM subiu para ficar.

“Quem acompanha minha história na Unidos de Padre Miguel sabe a luta que foi. Ver essa quadra lotada é a minha maior emoção. Lutamos muito, e hoje este título é nosso. Teremos uma Unidos estruturada e que vai brigar para ficar durante anos. Eu quero fincar raízes no Grupo Especial”, afirmou o diretor de carnaval.

Na Unidos desde 1970 e há 12 anos no comando da bateria “Guerreiros”, mestre Dinho não conteve a emoção em ter contribuído para o tão sonhado acesso. “Gabaritamos o quesito por mais um carnaval, em um ano em que o milagre aconteceu para nossa escola. Eu só tenho a agradecer a todos e dizer que estou muito feliz em fazer parte dessa linda história da Unidos de Padre Miguel. Agora é só comemorar e ser feliz”.

No ano passado, a Vermelha e Branca bateu na trave e amargou o segundo lugar. O mesmo resultado se repetiu em pelo menos quatro carnavais anteriores: em 2020, 2018, 2016 e 2015.

Como um prenúncio do samba-enredo, os anjos disseram amém nesta quarta-feira de cinzas e o milagre veio. Abençoada por Padim Ciço e pela fé do Sertão, agora a escola promete mostrar a potência do boi vermelho para se manter na elite do carnaval, como afirma o intérprete Bruno Ribas.

“A vitória é a resolução do milagre que o samba já dizia. Hoje a gente está aqui com o título sonhado há tanto tempo. Caso não fosse esse ano, eu não sei o que seria, mas graças a Deus o resultado está aí. Eu tenho a certeza que, com esse projeto no Grupo Especial, não voltaremos para a Série Ouro. Temos muita coisa para mostrar e ajudar o Carnaval. Não dá nem para mensurar, vai ser uma coisa louca. Vai ser lindo, podem esperar. Comunidade, abrace essa escola, abrace o boi vermelho e faça dele maior do que já é”, diz o intérprete.

A última vez que a Unidos de Padre Miguel desfilou na elite do carnaval foi em 1972, quando levou para a avenida o enredo “Madureira, Seu Samba, Sua História”. Cria da Vintém e seguindo os passos do pai, a diretora de carnaval Lara Mara também destacou a importância do título para a comunidade, após várias tentativas. Segundo ela, a UPM chegará ao especial com a força de sua comunidade, além de humildade e respeito pelas coirmãs.

“Isso é mais do que uma realização pessoal, é uma realização para minha comunidade onde eu cresci. Somos humildes, uma família. Ver que o meu trabalho junto ao meu pai ajudou a trazer o título para a escola é muito gratificante. Só tenho a agradecer a comunidade da Unidos de Padre Miguel e a todos os sambistas que, mesmo tendo suas escolas de coração, torceram também pela gente depois de verem tantas injustiças. Acredito que Deus tarda, mas não falha. Foi na hora certa e só tenho que agradecer mesmo. A gente vai tentar fazer um belo trabalho, mas chegando com humildade porque é um retorno depois de 52 anos. Teremos muita humildade e respeito a todas as outras coirmãs. Acredito que vamos fazer um grande trabalho”, comentou Lara.

Para brigar pelo título, a escola apostou na experiência do carnavalesco Edson Pereira somada à juventude e ao talento de Lucas Milato. Responsável pelo trabalho no barracão, Lucas teve um importante papel no carnaval da escola e vê no título a oportunidade de reafirmar o seu talento. No ano passado, ele comandou o carnaval da Inocentes de Belford Roxo, e garantiu o terceiro lugar.

“Desde que cheguei aqui, já estava ciente da responsabilidade que seria fazer o carnaval da escola. Quando me disseram que seria o desfile para mais uma vez ir em busca do título, a responsabilidade triplicou e a cobrança aumentou. Mas quando eu chegava aqui na Vila Vintém e via a potência dessa comunidade, as coisas fluíam de uma maneira bacana. É uma vitória exclusivamente para eles, mas eu também considero uma vitória pessoal para mim, porque sou um artista novo. Sempre que eu vou em algum lugar bacana e fico em uma posição mais legal do carnaval, algumas pessoas duvidam. É normal, porque estou chegando agora e entendo esse questionamento, mas, às vezes, fazem de uma forma muito pesada e isso machuca. Por isso, é uma vitória ter essa oportunidade que a escola me deu. Confiaram no meu trabalho e no meu talento e, graças a Deus, deu tudo certo”, disse o carnavalesco.

Apesar do futuro ainda incerto, Lucas crê em um grande trabalho do boi vermelho na elite do carnaval carioca. “Parafraseando a nossa diretora, agora, mais do que nunca, temos que ‘botar’ pra foder. Eu tenho certeza que eles vão fazer um espetáculo no Grupo Especial. Não sei como as coisas vão ficar – se continuo aqui ou não -, mas eles já faziam isso no acesso. Agora não vai ser diferente”, afirmou Lucas Milato.

De acordo com o regulamento da Liesa, a Unidos de Padre Miguel será a primeira agremiação a desfilar no domingo de carnaval.

- ads-

Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues assumem Comissão de Harmonia no Arranco

Para o Carnaval 2025, o Arranco contará com uma Comissão de Harmonia formada por Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues. Jackson Carvalho começou sua...

Vizinha Faladeira será homenageada com conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto

No próximo dia 23 de abril, a histórica Associação Recreativa Escola de Samba Vizinha Faladeira, uma das pioneiras no cenário do carnaval carioca, terá...

Jorge Silveira exalta preparação da Mocidade Alegre para ganhar duas categorias no Estrela do Carnaval: ‘São Paulo cada vez mais competitivo’

Em 2024, a Mocidade Alegre foi bicampeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, conseguindo unir beleza e facilidade de leitura para tratar...