InícioGrupo EspecialComponentes da Portela vibram com águia do desfile de 2024

Componentes da Portela vibram com águia do desfile de 2024

Símbolo histórico da escola foi todo feita com palhas

A águia da Portela é um símbolo marcante não só para a Portela, mas também para todo o Carnaval, sua importância reside na representação da força, da nobreza e da tradição da escola, além de simbolizar a identidade cultural e a história do samba. A presença da águia nos desfiles e eventos da Portela reforça a conexão da escola com suas raízes e com o povo brasileiro. Além disso, a águia é frequentemente associada à liberdade e ao poder, agregando um significado ainda mais profundo à sua representação na cultura da Portela.

Em entrevista concedida ao site CARNAVALESCO, alguns componentes do pavilhão expressaram suas emoções ao se depararem pela primeira vez com a águia na concentração, o que acharam da alegoria e suas expectativas para esse carnaval.

Viviane Costa Moura de 43 anos, desfila na Portela desde os seus 15 anos e contou a importância da águia e o ritual que elafaz todo ano antes de entrar na Avenida: “Eu achei que está maravilhosa, eu cheguei aqui e tive uma crise de choro, é linda, a Portela, ela toda África, faz todo o sentido. Isso aqui está lindo, traduz completamente o livro. E é lindo a gente resgatar tudo isso pelo carnaval, pela força que o carnaval tem, pela relevância que a Portela tem para a sociedade, para o Carnaval Carioca. Eu cheguei aqui, eu desfilo, sei lá, desde os 15 anos, eu cheguei aqui chorando e liguei para minha mãe que também é Portela da vida inteira. E a gente chorou junto. Esse ano eu estou na penúltima ala, estou na Paz e Amor. Eu venho na águia antes de me posicionar porque eu chego aqui na concentração todo ano e venho pedir bênção à águia e depois eu vou para pensar e começar o meu desfile, vai ser lindo.”

No desfile de 2024 a Águia veio em uma alegoria que era possível ver as costelas da cobra, como grandes marfins, que levavam em seu interior os soldados daomeanos em escultura de bronze (típica arte do Benin). Ladeando estão também os cavaleiros do reino iorubano. O Iroco surgiu em meio a este reino, como quem resiste e persiste. Suas raízes se transformaram nas cobras que representaram Dan (a cobra sagrada da família Jeje) e no alto de seus galhos o espírito da Águia. Este espírito veio protegendo as imagens de Ibêjis, que se apresentaram em meio aos galhos e o tronco da árvore. Vemos também os para-sóis, os mesmos usados pelos nobres do Benin, que massacraram e perseguiram os cultuadores dos voduns. Voduns que são representados por seus símbolos, principalmente de animais, que estão em toda a base da alegoria.

“Eu achei que ela está muito bonita, ela está diferente, não só pela palha, mas a estampa, as raízes na ponta da asa dela. É algo que todo portelense espera, o momento de ver a Águia e saber como é que a Águia vai ficar. E, graças a Deus, os meninos arrasaram. É o grande momento da Portela, só de ver eu já estou emocionada, quando começar o barulho, então, a gente começa a chorar. As expectativas para esse carnaval estão grandes, a escola está muito bonita, todas as fantasias, todos os carros. Eu acho que é para lavar a alma do portelense depois do último desfile. Eu estou na escola desde 2009, quando eu comecei a desfilar mesmo pela aula das crianças, mas eu estou na escola mesmo com a minha mãe desde que eu nasci, desfilei com a minha mãe na barriga, no caso.” Alexandra Cruz Martins de 24 anos, componente da ala dos Voduns, dos irmãos de nascimento.

Mariana Tavares de 40 anos, presidente de ala e componente da Tabajara do Samba comentou sobre a inovação na Águia, o bom trabalho dos carnavalescos e como o Carnaval de 2024 é o respiro que a Portela precisa: “A Águia está diferente de tudo o que eu já vi na Portela nesses últimos anos. Os carnavalescos foram muito felizes na escolha desse enredo. Acho que a Portela estava precisando desse respiro depois do desfile conturbado de 2023. Eu estou muito feliz desfilo pelo pavilhão há 15 anos. Eu estou ansiosa, porque quando é escola do coração a gente fica mais ansioso, mas ao mesmo tempo que eu estou ansiosa, eu estou muito feliz, é uma sensação de dever cumprido. Além da bateria, eu sou presidente de ala também. Então a gente está bem animado e bem apreensivo, mas vai dar tudo certo.“

- ads-

Excelência consecutiva no Salgueiro! Nota 80 em Harmonia, Alemão do Cavaco fala do trabalho no carro de som da escola

O samba-enredo do Salgueiro foi muito comentando no pré carnaval, sendo considerado um dos melhores da safra de 2024. A obra ganhou popularidade após...

Unidos de Vila Isabel abre inscrições para cursos gratuitos na quadra

A Unidos de Vila Isabel já está com inscrições abertas para a nova fase do projeto social conduzido por meio do Instituto Celeiro de...

‘Roteiro dos Desfiles’: 15 anos promovendo o carnaval da informação’

O Roteiro dos Desfiles vestiu a fantasia e trouxe seus destaques para mais uma edição exclusiva da publicação mais querida da Sapucaí. Celebrou seus...