InícioGrupo EspecialMocidadeComponentes da Mocidade classificam homenagem à Elza como histórica para o carnaval

Componentes da Mocidade classificam homenagem à Elza como histórica para o carnaval

O torcedor e componente da Mocidade viu no desfile da escola a realização de um sonho. Há décadas o Independente pedia que Elza Soares fosse homenageada. E essa hora finalmente chegou. Chamada de Deusa no título do enredo, a escola homenageou a mulher que sentiu no corpo e na alma as dores da vida. Tornando-se símbolo de resistência e esperança para a comunidade de Padre Miguel.

Rodrigo Cirilo, 28 anos, desfilou na ala “Fênix – A reinvenção da Deusa”. O independente lembrou que a homenagem à Elza era um desejo antigo de toda torcida verde e branca.

“A Mocidade esteve muito emocionada durante todo o pré-carnaval. Nós compartilhamos essa emoção com todo público na Avenida. Elza é a cara da escola. Nenhum outro artista merecia tanto essa homenagem”, explicou emocionado.

Dois grandes artistas trabalharam muito no passado para transformar a Mocidade na potência que é hoje. Arlindo Rodrigues e Fernando Pinto. Com 63 anos, Ricardo José é um dos remanescentes daquela época. Nesse ano, o componente desfilou na ala que lembrou a importância de Elza para a comunidade LGBT.

“Elza é a nossa rainha. Eu me lembro do desfile do Salgueiro em 1969, quando ela cantou ‘Bahia de todos os deuses’. Esse é o momento em que a sua voz tem que falar mais alto. É necessário lutar contra a intolerância e essa artista representa nossa história. Elza é nossa Estrela maior”, revelou.

Regina Brito desfilou na “Não existe mais quente” por 28 anos. Mas em 2020 decidiu realizar um sonho e estreou em abre-alas. A alegoria representou os primeiros anos da luta de Elza para alcançar o estrelato. A independente contou que valeu a pena esperar tanto tempo para essa homenagem.

“Demorou muito para realizarmos esse sonho, mas hoje viemos para vencer. Toda a comunidade está emocionada. Elza representa nossa cor preta, nossa raça e nossa luta diária contra discriminação”, desabafou.

- ads-

Império Serrano anuncia que Darlin não é mais rainha de bateria da escola

O Império Serrano anunciou nesta sexta-feira que Darlin Ferrattry não segue cono rainha de bateria para o Carnaval 2025. Veja o comunicado da escola. "A...

Carnavalescos da Grande Rio promovem visita mediada em exposição neste sábado

Neste sábado, 02 de março, às 14h, acontecerá uma visita mediada pela exposição "Laroyê, Grande Rio!", em exibição no Museu de Arte do Rio,...

União da Ilha anuncia saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira

A União da Ilha anunciou nesta sexta-feira a saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Thiaguinho e Amanda. A dupla recebeu o prêmio "Estrela...