O Acadêmicos do Sossego realizou o último grande teste antes do desfile da próxima semana. Nesta segunda-feira, a escola de Niterói fez um trabalho específico de bateria no setor 11 do Sambódromo. Com direito a duas coreografias, a Swing da Batalha fez bom ensaio, e mestre Laion, que vai para o terceiro ano no comando da bateria, comentou sobre a importância do treino na Marquês de Sapucaí.

“É gratificante demais estar aqui. Foram dois anos nessa saudade muito grande. Para nós sambistas, isso aqui é nossa maior paixão. Foi muito difícil todo esse tempo de pandemia, perdemos muitos amigos. Ainda ocorreu esse adiamento, e a preparação que já estava rolando ficou incerta. Atrapalhou um pouco o planejamento, a logística, porque tem muita gente que vem de fora também. Mas agora não tem mais isso, faltam poucos dias para o nosso Carnaval. É otimismo total para o desfile”, disse Laion, antes de completar:

“Hoje foi só acertar pequenos detalhes, o trabalho está pronto. No nosso ensaio técnico vimos algumas coisas que precisávamos consertar. No ensaio de rua também oscila muito o número de ritmistas, então é muito importante fazer esse ensaio aqui. Conseguimos colocar aqui hoje todo o time de chocalho, de cuíca, ala de marcação. Aqui a galera dá uma importância maior também, é como se fosse um ensaio técnico 2. Agora vamos chegar para o desfile semana que vem com total confiança”, emendou o mestre da Sossego.

Desde 2017 na Série Ouro, o Acadêmicos do Sossego fez a melhor apresentação na história em 2020, quando ficou na oitava colocação. Neste ano, a escola levará para a Avenida o enredo ‘Visões Xamânicas’. A Swing da Batalha levará 230 ritmistas para o desfile no dia 20, com três bossas planejadas e uma subida na cabeça do samba. Mestre Laion projetou o desfile da agremiação e demonstrou otimismo na apresentação do Sossego.

“O projeto de Carnaval da Sossego eu acho que é o maior que a escola já fez até hoje. Tenho certeza que vai brigar pelo título. Com relação a bateria, estamos vindo em uma crescente de bons resultados. O primeiro ano foi de bons resultados, o segundo melhor ainda, e agora o objetivo são os 40 pontos. As ideias estão bem elaboradas e ousadas, que fazem parte da minha linha. Nós vamos fechar o primeiro dia dos desfiles com chave de ouro”, finalizou o mestre.

Quem também esteve presente no ensaio foi a equipe do carro de som, comandada por Nino do Milênio. Em conversa com o CARNAVALESCO, o intérprete falou sobre o retorno do Carnaval após a pandemia do coronavírus e também demonstrou otimismo pelo desfile do Sossego.

“Nos últimos meses, o Carnaval ficou numa situação muito indefinida que chegava até doer o coração da gente que é apaixonado por isso aqui. Muitos vivem disso aqui e eu também. No dia do ensaio técnico foi como se tivesse acontecido pela primeira vez, parecia que eu tinha desaprendido. Foi uma situação muito difícil para o mundo todo, mas ainda bem que está se normalizando. E ainda tinha muita hipocrisia, porque várias coisas podiam ocorrer, mas o nosso Carnaval não. Mas está tudo caminhando bem agora”, comemorou Nino, antes de finalizar:

“Todo ensaio é muito importante. Além desse aqui hoje, ainda teremos mais um na quarta-feira, que será o último antes do nosso desfile. Hoje acertamos algumas coisas que mestre Laion pediu, e eu também com a minha equipe do carro de som. Estou muito feliz com a repercussão do samba, com os elogios e com o barracão da escola também. Vocês podem esperar um Acadêmicos do Sossego maravilhoso. Como dizia nosso samba em 2020, ‘Pra Sossego fazer história’. Então esse ano, vamos fazer história”, completou o intérprete.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui