Será na próxima terça-feira, 19 de abril, três dias antes dos desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial, que os carnavalescos informarão que tipo de iluminação escolheram para abrilhantar, ainda mais, a apresentação de suas respectivas Agremiações. Naquela oportunidade, terão uma nova reunião com os light designers (designers de iluminação) Césio e Bruno Lima, responsáveis pelo novo sistema de iluminação cênica da Passarela.

Foto: Henrique Matos/Divulgação Liesa

A primeira reunião, apesar do temporal que desabou no Centro do Rio, aconteceu na noite desta quinta-feira, 14, às 18h30, quando Césio Lima recebeu os carnavalescos no Centro de Controle de Iluminação, montado atrás do Setor 9. Diante de um conjunto de monitores que mostravam todos os setores da Avenida, explicava como funcionará o sistema, jogando luzes coloridas para as arquibancadas e luz branca para a pista de desfile.

“Como se trata de experiência nova, estávamos passando para os carnavalescos que não faremos nada que eles não queiram usar nos desfiles já programados. Estávamos aqui discutindo algumas possibilidades como, por exemplo, trabalhar com a intensidade ideal da luz básica. Antes, era uma intensidade só. Agora, estamos ouvindo dos carnavalescos as intensidades que eles acham melhor. E como desejarão usar o conjunto de luzes coloridas, com movimentos”, explicou.

Luz branca para todas as escolas

Césio informou que o sistema está dividido em dois grandes conjuntos de refletores: o de iluminação básica, a “luz branca”, que será usada nos desfiles de todas as escolas, variando apenas de intensidade, de acordo com o desejo do carnavalesco; e de iluminação show, composto de luzes coloridas e com movimentos, as “moving lights”. Estas serão usadas apenas no intervalo entre uma Escola e outra, dando um colorido especial à festa das arquibancadas, frisas e camarotes.

“Apesar das fortes chuvas e dos transtornos provocados pelo aguaceiro, a reunião foi bastante proveitosa. Entendemos que as opiniões são muito diferentes entre os carnavalescos, mas faremos um balanço dessas opiniões para finalizar o projeto até o dia 19, quando nos comprometemos a entregá-lo concluído. E eles voltarão aqui para ver o resultado final”.

Mais de 1.100 refletores

O sistema de iluminação cênica implantado pela empresa LTL Iluminação é composto por 420 refletores de luz branca com intensidade regulável, e 700 refletores da linha de show, as “moving lights”. Nos desfiles oficiais, os light designers comandarão uma equipe integrada por mais de 30 técnicos, entre eles eletricistas e técnicos de eletrônica espalhados por todos os setores da Sapucaí e operadores de controle, no Setor 9.

O diretor de carnaval da Liesa, Elmo José dos Santos, representou o presidente Jorge Perlingeiro no encontro e liderou a comitiva de carnavalescos do Grupo Especial no percurso entre a Cidade do Samba e o Sambódromo, e de volta aos barracões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui