InícioGrupo EspecialCARNAVALESCO revela bastidores da gravação da Unidos de Padre Miguel para o...

CARNAVALESCO revela bastidores da gravação da Unidos de Padre Miguel para o CD da série A

Quase dez dias depois de escolher seu samba-enredo em grande festa na quadra, a Unidos de Padre Miguel gravou no estúdio Companhia dos Técnicos em Copacabana a base para o hino que vai defender na Marquês de Sapucaí em 2020.

Com o enredo”Ginga!”, a Unidos de Padre Miguel vai levar para a Avenida a história da Capoeira.

* OUÇA O SAMBA DA UPM PARA O CARNAVAL 2020

Diego Nicolau, em seu primeiro ano a frente do carro de som da UPM, falou à reportagem do CARNAVALESCO, durante a gravação da voz para guiar os outros instrumentos, e elogiou o hino da escola para 2020 contando o que mais lhe chamou a atenção na obra.

“Lógico que o samba-enredo que a Unidos da Padre Miguel escolheu é um samba sobretudo que tem muita capoeira na melodia. É importante, é uma melodia que fala junto com a letra. Isso é importantíssimo, que tem a áurea do enredo. A gente vê vários momentos que a melodia realmente dialoga com o enredo, com a capoeira. Sobretudo, eu acho que é muito bacana com uma melodia inusitada, um samba todo em maior e chega no final as pessoas acham que virá um outro refrão em tom maior e ele vai para o menor. Acho que é algo bem bacana”.

Mestre Dinho, que durante a disputa de samba-enredo adiantou para a reportagem do CARNAVALESCO que virá com 250 ritmista em 2020, falou sobre o andamento para o CD e sobre a bossa preparada especialmente para o álbum.

* GALERIA DE FOTOS DA GRAVAÇÃO

“O andamento para o CD é o 142 bpm, porém eu gosto de mais pra frente um pouco. Mas agora é para ficar uma coisa mais identificável, como o pessoal do mundo do samba ainda está aprendendo, depois a gente vai colocar do nosso jeito mediante os ensaios. Na realidade já tínhamos três bossas prontas e aqui escolhemos uma, ela valoriza o refrão de baixo, o segundo refrão, é uma bossa de todos os naipes, eu procuro sempre fazer minhas bossas em cima de todos os naipes, todos juntos. Ela valoriza a parte segunda da música. A gravação foi ótima, o clima está muito bom, já estivemos gravando com toda a equipe que é bem atenciosa”.

* CONFIRA COMO FOI A FINAL DA UPM

A gravação na Companhia dos Técnicos em Copacabana contou com a presença dos compositores do samba de 2020 da Unidos de Padre Miguel. A obra foi produzida por Samir Trindade, JR Beija-Flor, Guto Biral, Davi Show Serrinho, Ricardo da G. Braga, Dilson PS Medeiros e Rômulo Presidente. Ribeirinho apontou as qualidades que fizeram com que o samba fosse o escolhido.

“Eu acho que o mais importante do samba, assim de cara, é o contexto do samba. Ele atua dentro do enredo realmente. Nós propomos uma melodia jogada para a capoeira. Acho que foi isso que pegou para o pessoal da escola e nas apresentações a gente colocava uma roda de capoeira”.

Já Davi show, em 2019, entrou para o time seleto dos campeões, foi sua primeira vitória em uma final de samba.

“Foi algo inexplicável, um sentimento legal por a gente estar em um projeto com todo mundo. Um grupo unido demais. Uma parceira só de amigos, uma amizade boa. Ainda estou viajando e a sensação ainda vai durar por muito tempo” conta Davi.

- ads-

Vinicius Pessanha e Jack Pessanha seguem como casal da Acadêmicos de Niterói

A dupla Vinicius Pessanha e Jack Pessanha seguirá defendendo o primeiro pavilhão da Acadêmicos de Niterói no carnaval de 2025. Depois de estrearem na...

Estandarte de Ouro celebra os destaques do carnaval com show de Dudu Nobre

O Prêmio Estandarte de Ouro está de volta para sua 52ª edição, em evento aberto ao público. Realizada pelos jornais O Globo e Extra,...

Laíla é escolhido para ser homenageado no enredo da Beija-Flor para o Carnaval 2025

Luiz Fernando Ribeiro do Carmo, o Laíla, um dos maiores sambistas da história, falecido em 2021, foi escolhido pela Beija-Flor de Nilópolis para ser...