No último sábado, a Beija-Flor de Nilópolis realizou um encontro entre os departamentos culturais das doze agremiações do Grupo Especial do Carnaval carioca. O evento, liderado pela porta-bandeira Selminha Sorriso, que também encabeça o setor cultural da agremiação nilopolitana, e por Luís Carlos Magalhães, diretor do departamento cultural da Liesa, teve como cenário a quadra da agremiação.

Foto: Eduardo Hollanda/Divulgação

“A motivação foi mesmo criar um intercâmbio. Para a roda girar, para falarmos cada um sobre um pouquinho das nossas funções e as culturas das nossas escolas. Se cada escola é um quilombo, cada uma tem a sua particularidade. E foi o que aconteceu”, disse Selminha.

Essa iniciativa, portanto, proporcionou aos profissionais responsáveis pelo acervo cultural das agremiações uma valiosa oportunidade de troca de experiências e histórias sobre suas funções, com o objetivo de fortalecer os laços e o compartilhamento de conhecimento entre as principais escolas de samba do Rio de Janeiro, enriquecendo ainda mais o cenário cultural do Carnaval carioca. Temas como gestão de acervo, fomento para a área e adequação do cenário para cada agremiação foram abordados.

“É importante que encontros como esses aconteçam, pelo menos bimestralmente. É crucial que todas se unam e lutem em união pela melhoria desse setor, não que aconteça um encontro e cada uma vá para o seu lado, mas sim, olhem no melhor para a área para todas. Que uma ajude a outra”, declarou Luís Carlos Magalhães.