InícioIntendenteAnimada, Maricá mostra orgulho nordestino na 'Nova Intendente' e faz desfile com...

Animada, Maricá mostra orgulho nordestino na ‘Nova Intendente’ e faz desfile com muita força e canto

Por Luiz Gustavo

Décima primeira escola a entrar na passarela da avenida Ernani Cardoso nesta sexta de carnaval, a União de Maricá fez um desfile de muita força e canto. Com o enredo “Eu sigo nordestino”, a escola trouxe em torno de 700 componentes divididos em 18 alas, duas alegorias e um quadripé, e do início ao fim fez um desfile de canto forte e mostrou uma comunidade entusiasmada, além de uma plástica bem concebida e sem falhas visíveis.

Comissão de frente

Um destaque do desfile da União de Maricá. A comissão veio representando um típico cordel, com danças de quadrilha. No final da apresentação o tripé se virava e mostrava Luiz Gonzaga tocando seu acordeão para a dança dos integrantes. A comissão se mostrou bastante entrosada em todos os módulos de jurados, com passos rápidos e criativos.

Mestre-sala e porta-bandeira

Johny Mattos e Sthefany Silva tiveram uma boa apresentação nas três cabines. Principalmente na primeira, pela largada do desfile, eles fizeram uma apresentação bastante visceral, com muita garra e sorrisos estampados no rosto de ambos. O casal veio representando o amor de Lampião e Maria Bonita.

Enredo

Foi retratado com clareza nas suas alegorias e fantasias, trazendo em seu segundo setor logo atrás da primeira ala figuras que fazem o nordestino ter orgulho da sua origem e do seu lugar, como Paulo Freire, Ariano Suassuna e Mestre Vitalino. O terceiro setor traz o movimento armorial e manifestações musicais e culturais que surgiram na região no século 20, como o xaxado, maracatu e tropicalista.

Fantasias

Maricá mostrou um conjunto de fantasias de bom gosto e acabamento cuidadoso, como na ala 1 que representava o “bom vaqueiro nordestino” e na ala 13, “tropicalismo”.

Alegorias

Assim como nas fantasias, a escola trouxe um conjunto de plástica satisfatória nas suas alegorias, incluindo o quadripé. O destaque foi o abre alas, onde predominaram o preto e o branco, e no centro do carro vinha um pássaro nas mesmas cores.

Samba

O samba cantado por Matheus Gaúcho e Ito Melodia teve um desempenho sem quedas durante o desfile, e proporcionou um bom canto dos seus componentes desde a largada.

Evolução e Harmonia

Evolução foi o quesito onde Maricá teve seu maior sobressalto durante o desfile. A escola evoluiu muito bem até o último módulo de jurados, quando o tempo ficou apertado e a escola apertou o passo pra não estourar.

Já em harmonia a escola foi um dos destaques da noite, componentes cantando com força não só os refrãos, mas trechos intermediários do samba em quase todas as alas.

- ads-

Jorge Silveira exalta preparação da Mocidade Alegre para ganhar duas categorias no Estrela do Carnaval: ‘São Paulo cada vez mais competitivo’

Em 2024, a Mocidade Alegre foi bicampeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, conseguindo unir beleza e facilidade de leitura para tratar...

Ei Psiu! Emerson Dias comemora chegada no carnaval de São Paulo e estreia levantando comunidade da MUM

A Mocidade Unida da Mooca apresentou seu novo intérprete para o carnaval de 2025, e é Emerson Dias, que fará sua estreia em São...

É a bateria do Zaca! Mestre Serginho se diz contente pela proposta diferente e conquista do Estrela do Carnaval

A “Bateria do Zaca” vive uma fase espetacular. É o segundo ano consecutivo em que a batucada comandada por mestre Serginho conquista os 40...