A bateria Swing Puro de Mestre Luygui fez uma boa apresentação. A afinação de surdos merece menção musical positiva, pois amparou um balanço dos surdos de terceira diferenciado. Tudo isso aliado a um bom trabalho dos repiques, além uma batida de caixas com volume, ressonante e demonstrando coesão rítmica.

O acompanhamento das peças leves foi correto. Um naipe de chocalhos tocando com firmeza e uma ala de tamborins com bom volume. Uma ala de agogôs acima da média foi notada, bem como um naipe consistente de cuícas. O arranjo musical envolvendo virada com os surdos deram swing ao ritmo, tanto na primeira quanto na segunda do samba, acrescentando valor sonoro a bateria da Vigário Geral.

As paradinhas uniram complexidade musical a um grau de dificuldade alto. As bossas foram realizadas de maneira correta nos módulos de jurados. O destaque musical ficou com a paradinha com solo de atabaques junto dos agogôs, produzindo uma inegável qualidade sonora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui