InícioGrupo EspecialSalgueiro e Imperatriz são protagonistas no primeiro dia de mini desfile

Salgueiro e Imperatriz são protagonistas no primeiro dia de mini desfile

Grande Rio também faz apresentação forte e sem percalços, Beija-Flor mostra que comunidade é trunfo certo, Porto da Pedra pisa forte na volta ao Especial e Tijuca passa organizada, mas precisa trabalhar o canto da comunidade

O primeiro dia de mini desfiles do Grupo Especial, na noite de sexta-feira, foi dominado pela Imperatriz, atual campeã, e pelo Salgueiro. Além das duas escolas, a Grande Rio fez uma exibição forte e sem percalços, como a Beija-Flor, que teve o ponto forte no canto da comunidade. Primeira a pisar na pista, a Porto da Pedra não tomou conhecimento que estava abrindo o evento e passou firme, em uma atuação brilhante do intérprete Wantuir e do belo samba-enredo do Tigre de São Gonçalo. A Unidos da Tijuca mostrou organização, caprichou no tripé de abertura, mas ficou devendo no canto da comunidade. Veja abaixo a análise do CARNAVALESCO escola por escola.

Fotos: Nelson Malfacini/CARNAVALESCO

PORTO DA PEDRA

O Tigre de São Gonçalo rugiu forte na Cidade do Samba. A volta da escola foi potente na pista. O samba-enredo, um dos melhores do ano, ainda pouco valorizado pelo público, foi muito bem cantado pelo intérprete Wantuir. O cantor fez o público relembrar tempos passados em que era um dos melhores da Avenida. A comissão de frente, comandada pelo coreógrafo Junior Scapin, caprichou no figurino, e fez uma apresentação que caberia muito bem no desfile oficial. O casal Rodrigo e Denadir mostrou segurança na dança e raça no canto durante a apresentação, sem dúvida, um plus para a performance da dupla. Apesar de não estar grande em contingente, os componentes cantaram forte, com uma evolução feliz e sem ser robotizada. Mestre Pablo com a “Ritmo Feroz” deu ótima sustentação ao samba. O primeiro sinal da Porto da Pedra foi impactante. A agremiação não quer passear pelo Especial e nem fazer bate-volta, se for julgada com seriedade, sem preconceito de estar vindo da Série Ouro e sem o “peso da bandeira”, pode fazer história na Sapucaí em 2024. * FOTOS DA APRESENTAÇÃO // * VÍDEO DA ESCOLA

BEIJA-FLOR

A escola de Nilópolis, como sempre, valorizou ao máximo sua apresentação no mini desfile, com tripé e figurinos caprichados. A Beija-Flor é isso, escola que pisa forte, com componentes afiados no canto e quesitos que carregam o DNA claro do sambista raiz. A opção por um samba-enredo diferente do estilo consolidado e premiado de anos anteriores, ou seja, mais alegre, é uma ousadia. Neste contexto, a cada etapa do processo de trabalho do pré-carnaval é mais um caminho para agremiação provar que valeu a pena ousar. A comunidade, apelidada pelo site CARNAVALESCO, no passado, de rolo compressor da Sapucaí, está na “ponta dos cascos”, como em uma corrida de cavalo. O intérprete Neguinho da Beija-Flor fez uma condução perfeita do samba, deixando claro sua feliciade pela obra nilopolitana para 2024. O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Claudinho e Selminha, um dos pilares da Beija-Flor, fez uma apresentação segura e que impressiona pelo vigor, já que venceram tanto e ainda conseguem ter vontade de fazer mais e mais. Em nível muito alto de excelência, a bateria “Soberana” está com um trabalho espetacular e que no mini desfile impulsionou o resultado do samba-enredo. O ápice da apresentação foi no “paradão” da bateria. O povo cantou a plenos pulmõs o samba-enredo de 2024. Por ser a Beija-Flor, uma das mais campeãs do século, a cobrança sempre será gigante, inclusive, pelos torcedores. Da apresentação na Cidade do Samba fica claro que a comunidade abraçou o samba e agora o que vem é o trabalho de aprimoramento dos quesitos até o desfile. * VEJA FOTOS // * VÍDEO DA ESCOLA

SALGUEIRO

Dona do samba do ano neste pré-carnaval, o Salgueiro deu sacode na Cidade do Samba. A escola, mordida após ficar fora das campeãs em 2023, exibiu sua gama de quesitos de excelência, como o casal Sidclei e Marcella, a comissão de frente, do coreógrafo Patrick Carvalho, e a bateria “Furiosa”, dos mestres Guilherme e Gustavo. O trabalho do carro de som, um dos melhores do carnaval, sob comandado do diretor musical, Alemão do Cavaco, é muito forte e competente. O intérprete Emerson Dias, mais uma vez, segue sendo um ponto de segurança e talento na condução da obra. Na apresentação da escola, na Cidade do Samba, o cantor garantiu tudo que a harmonia salgueirense precisava. Importante ressaltar também o trabalho do coreógrafo Carlinhos Salgueiro. A ala do “Maculelê”, mais uma vez, prepara uma performance impactante para o desfile. A comunidade está “rasgando o chão”. Cantam, cantam e cantam. Já fizeram isso em 2023, quando tinha um samba questionado, agora, ficou fácil. Estão “flutuando” de alegria. O trabalho dos segmentos do Salgueiro foi impecável no mini desfile. Dentro do processo, até o desfile oficial, a tendência é crescer ainda mais. É possível sonhar com o décimo título. O “Salgueiro é pra quem tem fé”. * VEJA FOTOS // * VÍDEO DA ESCOLA

GRANDE RIO

O time de Caxias é campeão. É impossível começar qualquer análise sobre a apresentação da escola sem citar que o grupo é o mesmo que fez em 2022 o melhor desfile do século na Sapucaí. A partir de dois artistas geniais, os carnavalescos Leonardo Bora e Gabriel Haddad, a Grande Rio formou uma equipe muito compentente, capitaneada por Thiago Monteiro, diretor de carnaval. A apresentação na Cidade do Samba manteve o padrão alto de canto, sem virar oba-oba ou ser sacodão, mas com muita competência, sempre da bateria, do espetacular mestre Fafá, ou do intérprete Evandro Malandro, seguradamente um dos melhores cantores do carnaval. O “estilo Grande Rio” na condução e execução do samba-enredo é magistral. Você canta e não fica cansado. Nos três mini desfiles, em anos anteriores, o falado foi sempre que o “samha poderia arrastar e etc”, o que é uma grande baboseira. A turma da Tricolor de Caxias conhece e muito da parte harmônica. Aliás, importante também ressalta a qualidade gigante do carro de som da escola, nas cordas e nos vocais dos cantores auxiliares. Avisamos! Não descartem a Grande Rio do título. É potência! Tem totais condições de buscar o caneco, afinal, tem quesitos garantidos, e, na Cidade do Samba, repetiu exibições excelentes em anos anteriores, trazendo uma maior leveza, alegria, além de sempre respeitar preceitos básicos do samba. Em Caxias, o trabalho dos artistas, nos diferentes segmentos, conduz o espetáculo do samba na Avenida. * FOTOS DO MINI DESFILE // * VÍDEO DA ESCOLA

UNIDOS DA TIJUCA

Quinta escola a se apresentar, a Unidos da Tijuca começou sua exibição com um lindo tripé. Inicialmente, a comissão de frente, comandada pelo coreógrafo Sérgio Lobato, e o casal de mestre-sala e porta-bandeira, Matheus e Lucinha, deram o tom que tudo sairia no padrão tijucano de qualidade reconhecida. Porém, apesar da organização, a agremiação ficou devendo no canto. Obviamente, ainda é pesado criticar a apresentação, já que a escola nem começou sua temporada de ensaios de rua (abertura será dia 7 de dezembro). O fato é que a Tijuca cantar mais, por exemplo, como fez em 2022. A comunidade do Borel já rivalizou na potência de canto com a Beija-Flor nos de 2010. Esse patamar precisa voltar para que o resgate tijucano aconteça na Avenida. Também é justo citar que o carro de som atrapalhou o mini desfile. Com poucos minutos de apresentação, o som ficou apenas no intérprete Ito Melodia, as vozes dos auxiliares sumiram totalmente. Erro da organização da Liga e que não pode acontecer em um evento de tamanha importância. Mordida, a bateria veio segura e forte. Mestre Casgrande é competente e um dos pilares tijucanos. Ainda nesta garantia de um resultado excelente está a porta-bandeira Lucinha Nobre, uma das melhores de toda história do carnaval. Ela tem muito para acrescentar na dança com companheiro Matheus. O trabalho na Tijuca começará na rua na próxima semana. A escola trouxe para 2024 grandes profissionais, como Marquinho Marino (diretor de carnaval), Ito Melodia (cantor) e Alexandre Louzada (carnavalesco), e ainda tem tempo para ajustar e caprichar no ensaio técnico na Sapucaí e no desfile oficial. * VEJA FOTOS // * VÍDEO DA ESCOLA

IMPERATRIZ

A atual campeã do Grupo Especial pisou de forma avassaladora na Cidade do Samba. O samba, apelidado de “Frankenstein”, caiu no gosto popular e deslanchou na pista. Mérito, principalmente, da dupla Pitty de Menezes (intérprete) e Lolo (mestre de bateria). Os dois estão em um patamar muito elevado de condução e execução do trabalho. O título em 2023 sinalizava que o carnavalesco tinha sido o principal responsável pela façanha, mas agora está cada vez mais claro que o conjunto gresilense é um dos melhores do Grupo Especial. Prova é o casal de mestre-sala e porta-bandeira, Phelipe e Rafaela, que dançaram demais no mini desfile, unindo sincronia com força no momento propício, leveza na hora certa. O capricho da “Rainha de Ramos” nos figurinos foi impressionante, já na comissão de frente, do coreógrafo Marcelo Missailidis, o cuidado da Imperatriz estava claro. Como não poderia ser diferente, o componente está feliz. O resultado é visto no canto, forte e uniforme, além do sentimento único de quem está de fora, querer entrar para curtir essa “fase da nova Imperatriz”. O “prenúncio da sina” começa a surgir. A tarefa não é fácil, afinal, desde 2008 (com a Beija-Flor), que ninguém conquista o bicampeonato consecutivo, mas, quem pode desconfiar dessa escola de samba no momento atual do carnaval? Ela mostrou as primeiras cartas da cigana, o destino está traçado, mas o resultado só vem com muito trabalho e é desvendado na quarta-feira de cinzas. Por enquanto, a Imperatriz tem mais é que comemorar porque ela é a “dona do espetáculo”. * VEJA FOTOS // * VÍDEO DA ESCOLA

Participaram da cobertura pelo site CARNAVALESCO: Isabelly Luz, Gabriel Gomes, Luan Costa, Lucas Santos e Nelson Malfacini

- ads-

Orgulho do Brasil! Carnaval 2024 do Rio trouxe R$ 5 bilhões para cidade, movimentou 8 milhões de pessoas e gerou 50 mil empregos

Em coletiva na sede da Riotur, na manhã desta quarta-feira, a Prefeitura do Rio, através da Riotur, apresentou os expressivos números do Carnaval 2024...

Igor Sorriso é o novo intérprete do Salgueiro

O Salgueiro anunciou nesta quarta-feira a contratação do intérprete Igor Sorriso. Veja abaixo o comunicado da escola. "Com coração transbordando emoção anunciamos a chegada do...

Mangueira anuncia renovação dos intérpretes para o Carnaval 2025

A Estação Primeira de Mangueira anunciou na tarde desta quarta-feira a renovação dos cantores Marquinhos Art Samba e Dowglas Diniz para o Carnaval 2025....