InícioGrupo EspecialImpério Serrano demonstra muita organização em ensaio técnico com destaque para bateria...

Império Serrano demonstra muita organização em ensaio técnico com destaque para bateria e evolução

Primeira escola do Grupo Especial a ensaiar na Sapucaí, Reizinho de Madureira revela que quer ir longe no Carnaval 2023

Coube ao Império Serrano a missão de dar o pontapé inicial aos ensaios técnicos do Grupo Especial na Marquês de Sapucaí em 2023, e a agremiação não decepcionou, carregado de muita emoção, o Reizinho de Madureira mostrou uma organização impressionante e realizou uma apresentação extremamente correta e coesa, com destaque para a bateria do mestre Vitinho, a evolução dos componentes e o desempenho de Ito Melodia, que mais uma vez estava em estado de graça. O Império está de volta à elite do carnaval carioca e durante seu discurso, o presidente Sandro Avelar afirmou que o desfile deste ano será o maior da história da escola, além de ser a afirmação da agremiação no Grupo Especial. * VEJA AQU FOTOS DO ENSAIO TÉCNICO

No próximo carnaval, o Menino de 47 levará para a avenida a vida e obra de um dos seus maiores baluartes, o cantor e compositor Arlindo Cruz. O enredo “Lugares de Arlindo” será desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza, em sua estreia na escola. A agremiação de Madureira fará a abertura do primeiro dia de desfiles do Grupo Especial.

“O balanço, pelo que eu consegui ver daqui, foi super positivo. A escola evoluiu sem problemas. Cantou e foi desenvolta. A gente só repetiu aqui o que temos feito na temporada de ensaios no Parque Madureira, na quadra, na rua. O Império está em um momento especial. A gente tem tudo para repetir o que foi feito aqui no desfile oficial. Eu ainda vou dar uma olhada nos vídeos, que eu tenho uma equipe que grava alguns setores para mim. Três setores diferentes, três momentos diferentes. Estou muito satisfeito com o que aconteceu hoje. O carro de som é um show à parte. As alas coreografadas muito bem. É um ensaio a gente sabe, mas é uma prévia do que o Império vai fazer na Avenida. O que eu mais gostei foram o clima da concentração e o clima do ensaio. A gente sabe que desfilou bem, que tudo certo, por isso aqui – todo se confraternizando, todo mundo se abraçando. O Império vive um momento diferente, um momento de retorno aos seus melhores momentos. Eu acho que o melhor do ensaio hoje foi esse clima que aconteceu. A escola conseguiu cantar e evoluir exaltando Arlindo Cruz”, explicou Wilsinho Alves, diretor de carnaval da escola da Serrinha.

Comissão de Frente

De volta à escola após o campeonato da Série Ouro de 2017, o coreógrafo Junior Scapin levou para o ensaio desta noite uma comissão extremamente forte e aguerrida, composta por homens e mulheres vestidos de branco, a coreografia mergulhou na ancestralidade de Arlindo Cruz, fazendo referência a sua religião. A apresentação foi assistida com entusiasmo pelo público, o grande destaque ficava na parte final, quando os bailarinos abriam uma faixa com os dizeres: “Arlindo Cruz, o Império te ama”, neste momento, toda Sapucaí vibrava muito.

Fotos de Allan Duffes/Site CARNAVALESCO

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Em seu retorno ao Grupo Especial, o Império escolheu apostar na experiência de Marlon Flôres e Danielle Nascimento. A dupla se apresentou bem em todas as cabines de jurados, foi possível observar a união da dança tradicional com a modernidade, em alguns momentos eles arriscaram passos mais coreografados. Durante a apresentação de pouco mais de dois minutos ambos demonstraram muita leveza, sincronia e garra, levantando e empolgando o público. Danielle estava com um vestido verde brilhoso e Marlon com um terno também verde, porém, com um outro tom, ficou muito evidente o entrosamento da dupla, eles demonstraram ter muita confiança um no outro e apenas no olhar se entendiam.

“Estou muito feliz de ter retornado ao Império Serrano que é a comunidade em que eu nasci e fui criada. Cresci com todo mundo que está aqui, na Serrinha. Para mim é uma felicidade muito grande poder ajudar o Império Serrano, com o Fábio que um coreógrafo maravilhoso que me deixa mais tranquila no nosso trabalho. Se Deus quiser, vai dar tudo certo. Tenho muita fé, vamos na fé, que a gente vai fazer um trabalho lindo. O Império Serrano vai brilhar na Avenida. Sempre tem o que melhorar. Eu sou muito crítica comigo e assim, eu sempre estou querendo melhorar. E eu acho que tem que melhorar sempre até o dia do desfile. Ainda falta um mês. A gente vai treinar muito. Estamos treinando todos os dias praticamente e com os treinos até o desfile acho que vai aperfeiçoar muita coisa ainda”, afirmou a porta-bandeira.

“Sempre pode melhorar. A gente vem nessa constante evolução, ensaiando bastante. O Império, graças a Deus, está investindo. Agradecer ao apoio do Sandro Avelar, toda diretoria e toda presidência, que vêm investindo no casal com preparação física, e nosso coreógrafo. E a gente vem ensaiando para fazer um grande desfile. Eu acho que a gente conseguiu fazer um balanço positivo. A escola veio cantando muito bem. Um samba maravilhoso desse sobre Arlindo Cruz, nosso grande poeta. Voltar aqui [na Sapucaí] é importante porque a gente consegue fazer um ensaio já visando o desfile oficial. Nada melhor do que ensaiar no nosso solo sagrado para poder fazer o reconhecimento do solo e na hora com certeza fazer um bom desfile”, completou o mestre-sala.

Harmonia

Um canto constante e empolgante, assim podemos definir a harmonia do Império durante seu ensaio. Em nenhum momento foi observado um canto mais fraco, durante todo o ensaio os componentes cantaram com muita força e vibração, todos estavam com o samba na ponta da língua, fruto dos ensaios realizados em quadra e também nas ruas de Madureira. Vale destacar a ala de baianas, as matriarcas do samba desfilaram à frente do que será o carro abre-alas no dia oficial, foi bonito vê-las girando emocionadas e felizes por estarem novamente no Grupo Especial defendendo as cores do Império. Outro destaque foi a grandiosa ala de passistas, eles vieram um pouco antes da bateria e como de costume, mostraram muito samba no pé.

“Foi um ensaio maravilhoso, fantástico, isso é só uma palhinha, temos muitas novidades, mas o mais importante nós conseguimos passar a emoção do Império Serrano como essa escola é forte. E como é necessário o Império, modéstia parte no Grupo Especial. E viemos com um enredo que conta essa linda história, falar de Arlindo Cruz. Temos um samba maravilhoso, um enredo fantástico e temos um chão como há muito tempo não via. Achei a harmonia perfeita maravilhosa, o carro de som fantástico, estamos ensaiando muito isso também, no estúdio e na quadra, porque queremos fazer o melhor”, comentou o intérprete Ito Melodia, que também citou o entrosamento com mestre Vitinho.

“Importante e está perfeito, o Vitinho eu o amo, os integrantes dizem que já tenho mais de 30 anos de escola. A bateria é perfeita é fantástica, dispensa comentários e o mestre Vitinho é uma da maiores referências de hoje, o cara dorme com bateria, acorda com bateria, sonha com bateria; ele é um rapaz novo, mas muito promissor esse é o Império Serrano, ele ainda vai ter muitos carnavais e vitórias, porque ele merece e a escola merece”.

Evolução

Sem dúvida, esse quesito foi um dos grandes destaques do ensaio, a começar pelo tamanho da escola, Madureira estava em peso e o Império desfilou com um grande contingente. Os componentes estavam extremamente organizados e cada um sabia seu papel dentro das alas, foi uma evolução fluida e coesa, mas sem perder a empolgação e descontração que pede um desfile de carnaval. Destacar uma ala seria injusto com as outras, visto que todas se apresentaram extremamente bem, a maioria delas com adereços nas mãos, como balões e penas, o que gerava um efeito bom para quem assistia. A marcação de onde ficarão as alegorias no desfile oficial foi feita com carros que traziam telões com imagens de desfiles antigos do Império e também momentos da carreira de Arlindo Cruz. Uma grande escultura de São Jorge finalizou o ensaio.

Samba-Enredo

O samba de autoria de Sombrinha, Aluísio Machado, Carlos Senna, Carlitos Beto Br, Rubens Gordinho e Ambrosio Aurélio se mostrou correto durante todo o ensaio, com destaque para o refrão principal, em que a toda escola cantava com muita empolgação, vale destacar também os outros refrões presentes na obra, o “Dagô, Dagô” caiu nas graças dos componentes e da torcida que acompanhava o ensaio. Elogiar Ito Melodia pode cair na redundância, mas é sempre válido, após anos à frente da União da Ilha, ele chegou ao Império sob olhares de desconfiança, mas com todo seu talento, o intérprete já demonstra estar totalmente integrado ao Menino de 47, no ensaio deste domingo ele deu mais um show juntamente de seu carro de som.

Outros Destaques

Pelo segundo ano, a rainha Darlin Ferrattry veio a frente da bateria comandada por mestre Vitinho, porém, dessa vez ela veio apresentando sua filha, Wenny Isa, que fará sua estreia como princesa de bateria da escola, ambas demonstraram muita simpatia com o público e interagiram com os ritmistas durante as bossas.

“Fiquei muito feliz com o ensaio. Foi um momento de emoção, minha estreia na Marquês de Sapucaí como mestre de bateria do Grupo Especial. Só tenho que agradecer a papai do céu, a minha família e a toda bateria pela paciência comigo. Pois eu sou muito chato com trabalho, mas quando a gente não é chato com trabalho, as coisas não acontecem. Eu cobro muito. Procuro sempre a excelência, pois a bateria da Império Serrano sempre fez um ótimo trabalho, e eu queria resgatar esse respeito da bateria da Império. Eu ainda estou em êxtase. Gostei muito do ensaio, eu vou chegar em casa , escutar, estudar para eu ver se a gente precisa melhorar alguma coisa. Claro, sempre a gente pode mais. Eu sou um cara que me cobro muito, e com certeza sempre tem alguma coisa para a gente ajustar. Estou muito satisfeito com o que a bateria da Império Serrano apresentou aqui hoje”, disse mestre Vitinho, que também falou sobre andamento e paradinhas.

“Gostei muito do andamento, a batucada de criolo. O que eu aprendi, o que eu gosto, o que eu passo para eles. O ritmista respeitou o que a gente vem trabalhando desde abril. Eu sabia da responsabilidade que era manter o nível. Você chegar no alto é muito fácil, agora você manter é muito difícil. O carnaval de 2022 foi muito bacana, um ano de muita glória para a bateria da Império Serrano. Ganhamos muitos prêmios, conseguimos notas dez. Porém foi um ano que passou, temos que agora ir atrás de 2023. Toda vez se cobrar mais, e mais, e mais. Mas eu gostei bastante que tudo que cobrei conseguimos executar direitinho. A gente vai trabalhar a batucada, a bateria da Império Serrano vem com muita batucada. Sim, com arranjos, mas para executar muito bem elaboradas para a cabine de jurados. E não muita coisa, uma paradinha dentro da melodia, dentro do andamento. Eu estou satisfeito de apresentar isso para os jurados. E mostrar a batucada, o jurado quer ouvir a inovação, mas também quer escutar o ritmo da bateria”.

A rainha da escola, Quitéria Chagas, desfilou antes da comissão de frente e também recebeu muito carinho do público. Um momento muito especial foi ver Sombrinha, amigo e parceiro de Arlindo Cruz, desfilando ao lado de Babi e Flora Cruz, esposa e filha de Arlindo, ele que é um dos autores do samba desse ano estava extremamente feliz.

Colaboraram Allan Duffes, Augusto Werneck, Cristiano Martins, Lucas Santos e Matheus Vinícius

- ads-

Salgueiro oferece curso gratuito sobre Imposto de Renda para Pessoa Física

O Projeto Salgueiro Social, do GRES Acadêmicos do Salgueiro, em parceria com o Centro Universário Internacional Signorelli, dá início neste mês de abril a...

Leia a sinopse do enredo da Portela sobre Milton Nascimento para o Carnaval 2025

Cantar será buscar o caminho que vai dar no Sol Uma homenagem a Milton Nascimento “Só quem toma um sonho Como sua forma de viver Pode desvendar o...

Três novos enredistas se juntam à equipe da Beija-Flor de Nilópolis para o Carnaval de 2025

A Beija-Flor de Nilópolis anuncia a chegada de três novos talentos que formam a equipe de enredistas para o Carnaval de 2025. Bianca Behrenda,...