InícioGrupo EspecialGoverno do Estado e Prefeitura mostram esquema operacional para o Carnaval 2023

Governo do Estado e Prefeitura mostram esquema operacional para o Carnaval 2023

O prefeito Eduardo Paes e o governador Cláudio Castro apresentaram na manhã desta terça-feira o esquema operacional do Rio de Janeiro para o Carnaval 2023 e que envolvem a Marquês de Sapucaí, Nova Intendente e para os desfiles dos blocos. Os principais órgãos públicos envolvidos nas operações apresentaram como vão atuar.

Em sua fala o governador alertou que sua gestão vai atuar com rigor na manutenção da paz durante a festa e que a tolerância contra a violência, em especial contra as mulheres, terão tolerância zero das forças de segurança no carnaval.

“Hoje todos querem fazer mais pelo carnaval. Precisamos atuar juntos. Com certeza teremos o maior carnaval da história. O governo não medirá esforços para que seja um carnaval seguro. A população terá a liberdade de ir e vir com segurança. A minha orientação às forças de segurança é de extremo rigor com casos de denúncias de agressão à mulher. Não aceitamos esse tipo de violência e exigimos respeito às mulheres. Será um carnaval de paz e tranquilidade.”

O prefeito Eduardo Paes enalteceu a volta do carnaval após dois anos de pandemia e convidou a todos para estarem juntos celebrando a maior manifestação cultural brasileira na Cidade Maravilhosa.

“É importante nesse momento frisar que o carnaval é a maior manifestação cultural brasileira que tem origem no Rio de Janeiro. Temos uma responsabilidade muito grande em construir a imagem do Brasil. E aqui não tem bloquinho, é bloco de rua. Nossa bagunça é organizada. No aspecto econômico a Riotur divulgou um estudo dos impactos do carnaval na vida da nossa cidade. Traz riqueza e emprego. Fica o nosso convite para que todos venham ao Rio de Janeiro. Com todo respeito aos outros carnavais, mas o melhor carnaval do mundo está aqui.”

Paes destacou ainda a atuação da Polícia Militar e da Comlurb durante o Réveillon para comprovar a boa relação da Prefeitura e do Governo do Estado, apesar dos espectros políticos diferentes dos dois chefes executivos mais importantes do Rio de Janeiro.

“Eu gostaria de destacar o trabalho da Polícia Militar com o Coronel Henrique e o cerco prévio que se faz. Isso é fundamental para aqueles que vão se divertir. Isso foi feito no Réveillon e fez toda diferença. E também à Comlurb que vem colocando essência de eucalipto. É uma sensação muito mais agradável que aquele cheiro de urina. São detalhes que fazem diferença no impacto que o carnaval causa na cidade. Precisamos entender isso.”

Sambódromo terá público recorde, diz Liesa

O diretor de marketing da Liesa, Gabriel David, declarou em sua explanação à imprensa que a venda de ingressos para os desfiles do Grupo Especial rendeu uma receita recorde para a entidade que organiza os desfiles.

“A venda de ingressos pela internet rendeu à Liesa o maior repasse em termos de valores que a entidade recebeu até hoje na comercialização. Estamos caminhando para uma sustentabilidade e esse ano pela primeira vez tevemos ingressos digitalizados. Junto com a prefeitura houve a modernização da iluminação. A liga tem controlado diretamente vários pontos de observação em relação ao último carnaval. Precisamos agradecer o apoio da prefeitura e do governo do estado. Esta parceria é fundamental não apenas para colocar os desfiles na rua mas para que as agremiações sigam contribuindo para os seus trabalhos sociais em suas comunidades”, pontuou.

Jorge Perlingeiro, presidente da Liesa, endossou as palavras do empresário e confirmou que o público nos dias de desfile girará em torno das 120 mil pessoas, outro recorde na história do carnaval da Marquês de Sapucaí.

“Nós fazemos nosso dever de casa e a prefeitura nos ajuda muito. As escolas empenhara tudo que receberam em seus desfiles. É bom contar com o poder público. O Sambódromo está pronto, faremos vistoria essa semana. Pela primeira vez teremos mais de 120 mil pessoas nos dias de desfile. Todos os ingressos estão vendidos. É motivo de orgulho para nossa cidade e nosso estado. Os sites de aposta já tem suas favoritas, mas será bem difícil apontar a campeã desse ano. Compareçam à avenida e constatem aquilo que estamos dizendo. Depois de dois anos de pandemia vamos trazer o esplendor e a força do carnaval carioca”.

O presidente da Liga-RJ, Wallace Palhares, enalteceu a Cidade do Samba 2 que finalmente sairá do papel e prometeu um grandioso desfile das escolas da Série Ouro, apesar das enormes dificuldades com barracões sem as condições ideais.

“O carnaval da Série Ouro tem caminhado muito bem graças ao retorno do apoio da prefeitura. A Cidade do Samba 2 vai dar mais dignidade a nossas escolas. Os barracões são insalubres mas estamos caminhando para realizar mais u grande espetáculo no Sambódromo.”

Cleyton Ferreira, presidente da Superliga, entidade que organiza os desfiles da Intendente Magalhães, festejou o projeto da Nova Intendente e destacou que sem o apoio dos órgãos públicos nada teria saído do papel.

“Nosso desfile conta com 74 escolas de samba que vão desfilar na Nova Intendente Magalhães. Apresentamos o projeto à Riotur e ao prefeito que aprovou de imediato. Quem não conseguir ingressos para o Sambódromo venha para o nosso desfile. Garantimos um grande espetáculo com conforto. As escolas de samba precisam agradecer muito à secretária Daniela Mais, da Cultura. A verba foi democratizada. Esse dinheiro ajudou muito as nossas escolas. A polícia militar, a Comlurb e todo o aparato público são fundamentais para o sucesso dos nossos desfiles”.

Presidente da Riotur garante que Sambódromo não terá problemas com a chuva

As chuvas torrenciais que caíram no Rio de Janeiro na semana passada causaram alagamentos no Sambódromo há poucos dias dos desfiles. Apesar disso o presidente da Riotur, Ronnie Aguiar, garantiu que o equipamento está preparado para eventuais chuvas durante o carnaval.

“A cidade toda encheu, mas a água escoou 15 minutos depois. Foi uma quantidade enorme de chuva em pouco tempo. O rio transbordou e jogou água ali para dentro. Temos planos de contingência com caminhões alocados em quatro pontos da Sapucaí. Em caso de chuvas vamos atuar rapidamente”, garantiu.

O secretário de Polícia Civil, Fernando Albuquerque, garantiu trabalho em conjunto com a Polícia Militar com reforços nas delegacias ema central de atendimento para turistas.

“Estamos com o planejamento integrado com a Polícia Militar. Reforçamos as delegacias do Centro e Zona Sul e criamos mais uma central de flagrantes, tudo para atender à demanda do carnaval. Colocamos uma central de atendimento ao turista estrangeiro. No Sambódromo teremos a equipe da 6ª DP, com delegados, peritos, policiais de atendimento específico a mulheres e crianças. Além disso a subsecretaria de inteligência vai estar ligada em tudo que estiver acontecendo.”

Luiz Henrique Marinho, secretário da Polícia Militar, anunciou contingente de mais de 15 mil policiais nas ruas durante o carnaval. A novidade serão as revistas seletivas em algumas estações de metrô na Zona Sul.

“Teremos de 14 a 15 mil homens por dia no carnaval. No Sambódromo vamos ter 74 viaturas, com 10 pontos de bloqueio de revista. As rodovias estaduais serão reforçadas. Nas praias seguimos com a operação verão. Vamos tentar na saída do metrô na Zona Sul fazer uma revista seletiva. O Centro de Comando e Controle vai atuar em conjunto com diversos órgão públicos.”

O coronel Leandro Sampaio, secretário de Defesa Civil, disse que o órgão atuará com 100 militares por dia no Sambódromo e também prestará apoio ao Detran e à Polícia Militar nas blitzes da Lei Seca.

“O Corpo de Bombeiros atua aquertalado. Vamos ter militares no Sambódromo, cerca de 100 por dia, com o apoio da prefeitura. Vamos entregar as novas viaturas dos Bombeiros próximas ao Sambódromo. São as mais modernas do mundo. Teremos um reforço especial na Avenida Ernani Cardoso para apoiar as escolas dos grupos de acesso. Atuaremos em apoio às operações Lei Seca junto com o Detran e a Polícia Militar”.

Secretária de Cultura enaltece apoio às escolas de samba via leis de incentivo

A secretária de Cultura do Governo do Rio de Janeiro, Danielle Barros, celebrou o apoio da gestão Castro aos carnavais dos 92 municípios fluminenses e lembrou da liberação de R$ 9 milhões para as escolas de samba através da lei de incentivo à cultura.

“É um momento histórico. Carnaval é cultura, sem dúvida a nossa grande marca. Nós enquanto estado temos o dever de cuidar de todas as festas que acontecem nos 92 municípios do Rio de Janeiro. Importante dizer que através das leis de incentivo liberamos R$ 9 milhões às escolas da Liesa. Além disso fizemos um fomento direto, através do Fundo de Cultura, onde 42 cidades receberam esses recursos. Incentivamos as cidades do estado a adotarem carnavais mais sustentáveis. Cachoeiras de Macacu e outras cidades menores estão reutilizando adereços de outros anos. Um estado forte precisa de um interior forte.”, disse.

A CET-Rio irá atuar no bloqueio das vias no Sambódromo, Nova Intendente e regiões onde haverá desfiles de bloco. Joaquim Dinis, presidente da instituição, explicou como o órgão irá atuar.

“Todo o entorno da Sapucaí será fechado a partir de sexta-feira. A gente vai fazendo de forma escalonada até a interdição total às 19h. Isso acontece durante todo o período de carnaval e depois Campeãs. Lembrando que já a partir de quinta-feira à noite teremos o deslocamento das alegorias das escolas que vão desfilar na sexta-feira. A melhor forma de chegar à rodoviária é o VLT, que não pega congestionamento. Em relação à Nova Intendente, os bloqueios começas a partir de quinta-feira à noite. Serão 250 homens trabalhando, 23 painéis de alerta aos motoristas, 25 viaturas e nove reboques”, alertou.

A Secretaria de Ordem Pública (SEOP) terá como foco principal fiscalizar ambulantes para que não comercializem garrafas de vidro, conforme explica o secretário Brenno Carnevale.

“Temos o foco nos blocos pata que a cidade volte à normalidade após a passagem dos blocos. No Sambódromo atuamos com reboques para que veículos estacionados de maneira irregular não atrapalhe a fluidez da passagem das alegorias. Com relação aos ambulantes atuamos para coibir a utilização de garrafas de vidro. Temos ambulantes credenciados e realizamos o ordenamento das vias, para evitar acidentes e transtornos à população.”

A Secretaria Municipal de Saúde é um dos órgãos mais exigidos no carnaval. O secretário Rodrigo de Sousa anunciou 7 postos médicos e 170 profissionais atuando nas quatro noites de desfile no Sambódromo.

“No Sambódromo serão 7 postos médicos, com 32 leitos e oito suportes avançados. São 170 profissionais trabalhando nesses postos. Além disso serão 16 ambulâncias avançadas. Os postos vão abrir às 19h e vão funcionar até o final dos desfiles. Além disso teremos 78 servidores da vigilência sanitária. Nos blocos serão quatro postos médicos nos blocos do Centro e Zona Sul. Colocamos 145 ambulância de suporte avançado.”

O presidente da Comlurb, Flávio Lopes, declarou que diversas mulheres atuarão nos equipamentos de limpeza da cidade e que o número de garis pela cidade será recorde neste carnaval.

“Depois que o bloco passa a gente busca entregar a cidade normalizada. Nosso contingente de garis será recorde. É um trabalho que realizamos há muito tempo, mas agora com uma musculatura nova. Teremos muitas mulheres operando nossos equipamentos, tanto na Sapucaí, quanto na Intendente, quanto nos blocos”.

- ads-

Fotos: Tati Minerato é coroada rainha de bateria da Estácio de Sá para o Carnaval 2025

Tati Minerato, nova rainha de bateria da Estácio de Sá para o Carnaval 2025, apareceu vestindo um look super luxuoso na cor vermelha, cravejado...

Com a comunidade engajada, Tucuruvi veste o manto Tupinambá para o Carnaval 2025

O manto Tupinambá será a tônica da Tucuruvi 2025. Esse manto tem como significado a força dos ancestrais indígenas que habita em cada brasileiro....

Chegou o dia! Imperator recebe neste domingo a festa de premiação do Estrela do Carnaval da Série Ouro e Grupo Especial

O Centro Cultural João Nogueira, o Imperator, equipamento vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, recebe neste...