InícioGrupo EspecialFuracão! Erika Januza conquista Viradouro: 'me entrego e sempre sonhei ser rainha...

Furacão! Erika Januza conquista Viradouro: ‘me entrego e sempre sonhei ser rainha de bateria’

Em pouco tempo, a atriz está cada dia mais integrada com a bateria e segmentos

O furacão Erika Januza continuará brilhando à frente da bateria de mestre Ciça em 2024, em pouco tempo a rainha já caiu nas graças da comunidade e está cada dia mais integrada à escola, com o carisma e beleza de sempre, ela esteve presente na final e falou com o site CARNAVALESCO sobre o entrosamento com a bateria, o momento atual das rainhas, relembrou as homenagens que prestou recentemente e prometeu surpresas para o próximo carnaval. * VEJA COMO FOI A FINAL DA VIRADOURO

Fotos de Nelson Malfacini/CARNAVALESCO

“A relação com o Ciça é maravilhosa, ele me ensina muito, aprendo com ele o tempo todo, até quando ele não está diretamente falando comigo, como às vezes também ele para e me dá orientações e me chama, eu tô aprendendo constantemente, estou há três anos na Viradouro e aprendendo ainda todos os dias, é uma honra. Além de tudo, grandes nomes, grandes rainhas que tiveram ao lado dele, então eu estar ao lado dele pra mim também é uma honra, já tô com ele querendo preparar coisas pra esse carnaval”.

Sonho de ser rainha

“Essa roupa de hoje, por exemplo, quem fez foi o Vitor. Tá na cabeça dele, vamos hoje de X e ele vai lá, cria e faz. Ele é mineiro como eu, viemos de lá. Então, a gente sempre gosta de trazer um pouco de moda pro carnaval e gostamos de trazer um glamour também pra esse outro lado e esse ano tô preparando outras surpresas, ano retrasado foram homenagens às mulheres, este ano foi homenagem a grandes sambas da Viradouro e agora esse outro ano temos novas surpresas vindo por aí. A rainha de bateria é um cargo que que tem tanta visibilidade, então eu acho que não é só dançar, eu não sou uma exímio dançarina, mas eu me esforço, me esforço mesmo, eu acho que pra você tá a frente de uma bateria eu sei que você vai ter que que minimamente sambar um pouquinho, o que eu posso evoluir, eu tento, mesmo na correria, gravando, fazendo uma coisa ali, eu dou o meu jeito, por amor mesmo, por respeito a este lugar que eu ocupo, porque eu acho que eu estou ali, eu recebi o convite da escola, eu honro muito todos os dias. Toda vez que tem um ensaio, tem reunião, se eu posso eu tô junto. Criar essas coisas também é retribuir a oportunidade de tá aqui e eu que sempre sonhei ser rainha de bateria, mesmo quando eu tava lá em Minas e assistia tudo da TV, achava tudo tão impossível. Tá aqui hoje o mínimo que eu posso fazer é honrar o máximo meu cargo”.

Expectativa carnaval 2024

“Nas coreografias tenho a Ana Pérola maravilhosa. Mas eu tô sempre buscando, eu sou uma pessoa que se busca por coreografias. Algumas coisas a música te leva, mas eu gosto de criar, principalmente para o Carnaval. Então, quando a gente tem um enredo, eu gosto de usar interpretação de atriz pra colocar na avenida, eu gosto de ter um personagem ali na avenida. Esse ano eu já tô pensando que personagem serei. Ano passado eu tava lá com um olho diferente, então eu interagi com as pessoas, com aquele acessório ali, ano que vem já espero ter uma outra coisa pra ser uma outra personagem. Realmente eu aproveito a Sapucaí para lançar também minha profissão como aliada”.

Relação com ritmistas

“É maravilhosa, eu vou no meio, gosto de ir na turma do fundão, eu começo lá, daqui a pouco, às vezes eu começo no fundo e venho vindo pra frente, às vezes eu começo um pouco dos púlpito do Ciça e vou indo pra trás, mas eu nunca sigo num lugar só, eu falo com todo mundo, faço foto com todo mundo, quero saber como tá todo mundo, porque eles tão tocando ali e eu tô dançando, mas tá ali todos juntos para um mesmo motivo. A furacão tá ali, eu tô por eles, acho que é muito amor, quando eu não venho por algum motivo, às vezes mandam mensagem para saber se tá tudo bem, é muito bonitinho. Então, eu fico muito feliz.

Rainha da comunidade x famosa

“Por isso que eu falei até a coisa de honrar muito o meu cargo, porque eu sei quantas mulheres maravilhosas tem, quantas passistas, quantas musas, enfim, quantas mulheres que são capazes e maravilhosas de estar nesse cargo, eu recebi esse convite e é por isso que eu digo que honro mesmo e eu tento dar o meu máximo e por mais que elas sejam da comunidade, mas eu também tô dando o meu melhor. Eu não tô ali só vindo pegar minha fantasia no dia e desfilar e não tô nem aí pra escola, não tô falando que alguém faz isso, mas eu sou uma pessoa que me dedico, que eu quero tá, eu quero tá bem vestida, eu quero tá feliz com as pessoas, eu quero entregar, quero saber o que tá acontecendo no barracão. Então, eu acho que mesmo sendo uma rainha famosa, não sou menor e nem pior do que ninguém por não ser da comunidade. Calhou de eu ser uma rainha famosa, mas quando eu tava lá em Minas sonhando em ser uma rainha de bateria, eu era uma pessoa que admirava o carnaval e hoje tive a oportunidade de estar aqui. Então, eu respeito muito todas elas, aprendo com todas elas e também gosto de ser valorizada e respeitada que é o mesmo que eu faço com elas”.

- ads-

Nícolas Gonçalves acerta com Tucuruvi para fazer parceria com dupla de artistas da escola

Além da renovação de Dione Leite e Yago Duarte, o Tucuruvi anunciou a chegada do carnavalesco Nícolas Gonçalves que estará na parceria com a...

Tucuruvi anuncia renovação de carnavalescos para o desfile de 2025

O Tucuruvi anunciou nesta segunda-feira a renovação da dupla de carnavalescos, Dione Leite e Yago Duarte, para o desfile do ano que vem. Confira...

Elogiado e recomendado no passado por Laíla, Marquinho Marino fala da chegada na Beija-Flor: ‘sei do tamanho e magnitude’

Considerado um dos melhores diretores de carnaval do Rio de Janeiro, Marquinho Marino chegou na Beija-Flor. Em entrevista especial para o site CARNAVALESCO, ele...