InícioSérie OuroAcadêmicos de NiteróiCarro do Acadêmicos do Sossego reúne todas as crenças e protesta contra...

Carro do Acadêmicos do Sossego reúne todas as crenças e protesta contra intolerância religiosa

Por Juliana Cardoso

Última a desfilar nesta sexta-feira de carnaval, Acadêmicos do Sossego levou para a avenida o seu manifesto contra a intolerância religiosa. Com o enredo “Não se meta com a minha fé. Eu acredito em quem quiser”, a agremiação de Niterói festejou a diversidade das religiões e a importância do respeito e acolhimento a todas as crenças, passando pelas raízes africanas até as matrizes judaicas e budistas.

O terceiro carro da escola, chamado “Mesquita Universal do Templo do Budalorixá”, reuniu várias religiões em uma mistura que resultava na integração de todas elas. A alegoria era predominantemente dourada, com detalhes em azul, vermelho e rosa. Um enorme Buda veio na dianteira do carro, segurando um destaque em suas mãos. Nas laterais, desenhos que representavam as paredes de um templo, com alguns componentes em cima de queijos. Atrás, duas esculturas com acessórios que remetiam a todas as crenças.

Para os integrantes da escola que se apresentaram no carro, o respeito a todo tipo de culto religioso deve ser praticado. “Nós temos que lutar contra a intolerância religiosa, afinal todos somos irmãos. O enredo é muito oportuno porque questiona isso. Vale a pena matar em nome de Deus? Isso é um absurdo, temos que prezar pela paz”, disse o católico Felipe Nicolau.

Para o cristão Eduardo Ferreira, “Deus é único, mas pode se apresentar de várias formas. Cabe a cada um apenas aceitar as diferenças sem lançar críticas”, opinou.

Além da ideia figurativa do carro, os integrantes da alegoria também compartilharam do sentimento de união das crenças, uma vez que acreditam em diferentes religiões e dividiram a mesma alegoria.

“Sou candomblecista! Infelizmente nosso prefeito não respeita o estado laico, e isso resulta em vários problemas. Mas o carnaval pode agonizar, mas não morrerá, porque somos resistência. Alguns não entendem que Deus é amor e apenas condenam os outros. Você não precisa aceitar nada, mas o respeito deve vir em primeiro lugar, afirmou Rogério Pree.

- ads-

Confira a sinopse do enredo da Imperatriz Leopoldinense para o Carnaval 2025

O texto que apresento como enredo é fruto da escuta. Ele nasce da condição de ouvinte da sabedoria ancestral daqueles que guardam nas palavras...

Unidos de Bangu anuncia enredo em homenagem à resistência da Aldeia Maracanã no Carnaval de 2025

Símbolo de resistência na cidade do Rio de Janeiro, localizada nas proximidades do antigo Museu do Índio e ao lado do estádio do Maracanã,...

Diretor fala do pioneirismo da Mocidade ao abrir a nova terceira noite de desfiles do Grupo Especial em 2025

A Mocidade foi a décima colocada no carnaval deste ano. A expectativa para o próximo carnaval era de participar normalmente do sorteio da ordem...